O financiamento de carro elétrico Santander pode ser uma das opções interessantes para quem quer investir nesse tipo de veículo.

O uso de veículos elétricos tem crescido cada vez mais no Brasil e muitos estão em busca de boas opções para contratar.

Por isso, abaixo mostramos como funciona esse linha de financiamento do Santander, como você pode simular e dessa forma, será possível entender se vale a pena.

Banco Santander

Conheça os principais serviços de um dos maiores bancos no Brasil.

Conheça os principais serviços de um dos maiores bancos no Brasil.

URL verificada

Como funciona o financiamento de veículo elétrico no Santander?

Pelo Santander, você tem a possibilidade de financiar o carro híbrido (combinação de combustível e eletricidade) ou elétrico.

Dentro do site, você consegue simular o consumo de energia e combustível de acordo com a distância percorrida, o que facilita para entender qual é o mais econômico.

Além disso, quem é cliente Santander Select possui mais facilidade ainda de conseguir acesso ao financiamento.

Santander Select

Cliente Select tem acesso a condições exclusivas de financiamentos.

Cliente Select tem acesso a condições exclusivas de financiamentos.

URL verificada

Dessa forma, você consegue tanto simular pelo site e entender quanto o serviço ficaria, como também é possível falar com o seu gerente.

Tem como fazer um financiamento de carro elétrico no Brasil?

Sim! Apesar de ser um tipo de transporte que tem crescido aos poucos no Brasil, já é possível ter acesso a esses veículos de forma um pouco mais facilitada se comparado a 5 ou 10 anos atrás.

Hoje em dia, a possibilidade de adquirir seu veículo elétrico é muito maior e tem ficado cada vez mais acessível.

Os carros elétricos, muitas vezes são tecnicamente chamados de BEV (Battery Eletric Vehicle – Veículo Elétrico à Bateria). Ou seja, ele é 100% elétrico.

Já os carros híbridos possuem duas categorias: HEV e PHEV.

O HEV (Hybrid Electric Vehicle – Veículo Elétrico Híbrido) são carros que se movem à combustível, mas ao movimentar-se, gera energia para as baterias que estão no carro e ajudam a trazer muito mais eficiência no consumo.

Já o PHEV (Plug-in Hybrid – Veículo Híbrido Plugável) é bem parecido com o HEV, só que aqui você pode carregar as baterias.

Então, por exemplo, é possível optar pelo consumo de combustível para uma viagem longa e a eletricidade para o dia a dia.

VEJA TAMBÉM: Financiamento de veículos Santander: conheça as principais linhas de crédito

Vantagens e desvantagens do carro elétrico

Ter um veículo elétrico e híbrido pode oferecer diversas vantagens, como:

  • Menos poluente e mais ecológica pela redução de emissão de gás carbônico;
  • Mais silencioso;
  • Possui taxação e impostos bem menores;
  • Sem gasto de gasolina;
  • Diversos pontos de recarga (alguns até gratuito);
  • Eficiência no consumo de energia.

Porém, é importante olhar para alguns fatores que podem ser bem relevantes na hora de escolher e que podem impactar seu uso, como:

  • Tempo de recarga: é necessário se planejar e estar atento ao uso;
  • Valor elevado: por não ser um bem tão popular ainda, os carros elétricos ainda são caros;
  • Autonomia reduzida: a capacidade de uma bateria e de um tanque cheio costuma ser menor em termos de autonomia;
  • Vida útil da bateria: com o tempo, a bateria do carro precisa ser trocada e normalmente, é uma das peças mais caras do carro elétrico.

LEIA TAMBÉM: Santander financiamentos telefone: veja como entrar em contato

Vale a pena financiar um veículo elétrico?

Por ser um segmento que está crescendo e até possui algumas vantagens em relação a imposto, adquirir um carro elétrico pode fazer sentido.

Porém, é importante estar atento aos requisitos, qual concessionárias escolher e estado do veículo, principalmente por ser um valor considerável a ser desembolsado.

Com tudo isso alinhado e fazendo sentido às suas necessidades e realidade financeira, a escolha por um financiamento de carro elétrico pode valer a pena.