Você provavelmente já deve ter visto alguma vez no noticiário que uma empresa foi adquirida por uma holding. Ou que duas empresas se fundiram para formar uma holding.

Mas, afinal, o que é uma holding?

Esse modelo de empresa não é nada novo lá fora. No Brasil, a presença de holdings é algo relativamente recente – cerca de 40 anos após a criação da Lei das S/As.

Hoje, o país conta com mais de 100 mil empresas desse tipo, de acordo com a Receita Federal.

Neste artigo, você vai conhecer o que é uma holding, como esse modelo de organização funciona e quais são os principais tipos de empresa holding:

  1. Holding pura;
  2. Holding mista;
  3. Holding patrimonial;
  4. Holding administrativa;
  5. Holding de participação;
  6. Holding familiar.

Holding: o que é?

Podemos definir o que é holding pelo significado dessa palavra. Derivada do verbo “to hold”, que em livre tradução para o português significa “segurar”, uma holding é um modelo de empresa que “segura” outras empresas e exerce controle administrativo sobre elas.

As holdings detêm participação majoritária nas empresas que estão sob sua gestão – as chamadas subsidiárias.

As holdings controlam a parte administrativa e política de suas subsidiárias. Para  exercer esse controle, a empresa desse  tipo pode adquirir ações, títulos, imóveis, patentes, marcas registradas, direitos autorais e quaisquer outros bens que a torne sócia majoritária de uma subsidiária.

Para deixar ainda mais claro para você o que é holding, selecionamos este vídeo do Thiago Vitor, da Previsa:

Como funciona uma empresa holding?

Uma empresa holding é detentora da maioria das ações ordinárias de outras organizações.

Na maior parte dos casos, esse tipo de companhia  por si só não produz bens e serviços. Ela funciona mais como controladoras de outras empresas que estão sob seu “guarda-chuva”.

Os lucros das holdings vêm das atividades de suas subsidiárias e da distribuição de dividendos.

As empresas do tipo holding gerenciam mais de uma empresa ao mesmo tempo, as quais podem pertencer a diferentes segmentos do mercado. Mas, na prática, é mais comum observar holdings que administram subsidiárias que integram setores semelhantes.

A holding também tem como responsabilidade organizar a estrutura de capital das empresas que ela “segura”.

O regime societário de uma holding pode ser o de Sociedade Anônima (S/A) ou Limitada (LTDA).

Quando uma holding tem várias subsidiárias, que a gestão operacional de cada uma delas seja exercida de forma independente, com um conselho deliberativo próprio do qual a holding faz parte como sócia majoritária.

Quais são os tipos de empresa holding?

As empresas holdings podem ser classificadas de diferentes maneiras devido a algumas particularidades. Confira a partir de agora quais são os principais tipos de holding:

1 – Holding pura

Apenas participa do capital social das empresas subsidiárias e exerce controle sobre elas. A holding pura não realiza outras atividades econômicas.

2 – Holding mista

Ela não só participa do capital das outras empresas que estão sob seu controle como também exerce atividades econômicas. Assim, ela possui duas fontes de receita: os dividendos das subsidiárias e o lucro de suas atividades paralelas.

3 – Holding patrimonial

O foco desse tipo de holding é administrar o patrimônio de bens próprios e incorporá-los ao capital social da empresa.

As famílias conseguem gerenciar seus bens de forma centralizada e obter benefícios fiscais.

4 – Holding administrativa

Uma holding administrativa tem o objetivo de oferecer uma administração mais profissional das empresas subsidiárias. Ela também passa a ser a responsável por tomar todas as decisões de forma centralizada.

5 – Holding de participação

Nesse tipo de empresa holding, a intenção é se tornar sócia minoritária de várias outras empresas. Não é exercido controle direto sobre essas empresas.

6 – Holding familiar

Uma empresa holding do tipo familiar se propõe a administrar outras empresas que pertencem à mesma família.

Exemplo de holding 

A Itaúsa é bom exemplo de holding. Do tipo pura, a Itaúsa foi criada a partir da fusão de dois grandes bancos: Itaú e Unibanco.

Veja a representação gráfica de sua estrutura acionária, segundo o site FIIBrasil:

holding o que é
holding o que é

A J&F também é uma holding pura e controla empresas como a JBS, o Banco Original e o PicPay.

A Berkshire Hathaway  talvez seja o maior exemplo de holding. A empresa americana é responsável por controlar várias outras empresas, como a Dairy Queen, a Burlington Northern Santa Fe, a Pampered Chef, a Fruit of the Loom e a NetJets.

Além disso, a Berkshire Hathaway possui ações também na Apple, no Bank of America e na Wells Fargo.

No Brasil, a Península Participações é uma das maiores holdings do País. Do tipo familiar, essa empresa administra e controla todas as empresas e o patrimônio pertencentes à família do bilionário Abilio Diniz.

Selecionamos alguns posts  com mais exemplos de holdings:

Bom, ficou claro para você o que é uma holding?

Se você pensa em investir em uma holding, é muito importante que você faça uma análise de todas as outras empresas que estão sob o controle dessa holding.

Será que dentre elas tem uma fintech unicórnio? Descubra o que é isso aqui: O que é fintech unicórnio? Descubra como surgiu o termo e quais empresas fazem parte desse seleto grupo

Comentários