Veja como usar os ensinamentos de Marie Kondo e aplicar o Método Konmari no seu trabalho para melhorar organização e produtividade 

Você já refletiu o quanto seu dia poderia ser mais produtivo se seu ambiente de trabalho fosse mais organizado? Já avaliou o que poderia fazer para deixar na sua rotina somente aquilo que te proporciona alegria?

As respostas para essas perguntas fazem parte do que é proposto pelo Método Konmari. Essa técnica já é difundida em todo o mundo para trazer mais organização para nossas casas e uma relação mais harmoniosa com nossos pertences.

Porém, a aplicação desse método pode ir além e potencializar também a produtividade no ambiente de trabalho e até melhorar a relação com a profissão e a carreira.

Quer saber como? A seguir, apresentamos como adotar o Método Konmari à sua rotina de trabalho e quais benefícios ele trará!

O que é o Método Konmari

O Método Konmari é baseado em uma única pergunta: “Isso me faz feliz?” 

Se a resposta for afirmativa, o objeto em questão será mantido em nossas vidas. Caso contrário, teremos que doá-lo ou jogá-lo fora.

Esse método foi desenvolvido pela japonesa Marie Kondo, autora do best-seller A Mágica da Arrumação e estrela da série Ordem na Casa com Marie Kondo, da Netflix (veja o trailer logo abaixo). Em 2015, ela foi considerada pela revista Time uma das 100 pessoas mais influentes do planeta.


A iniciativa proposta por Marie Kondo foi desenvolvida para organizar, principalmente, os espaços em casa e criar uma melhor relação com o ambiente onde vivemos. Entretanto, a própria idealizadora do Método Konmari admite que ele possa ser aplicado para outros tipos de desorganização, inclusive no trabalho.

Como usar o Método Konmari no trabalho

Usualmente, quando temos a missão de sermos mais produtivos, pensamos em como priorizar tarefas e organizar melhor o tempo. Porém, a produtividade passa também pela organização do local de trabalho. 

Afinal, o cuidado com o ambiente em que passamos grande parte do nosso dia impacta diretamente na nossa capacidade de realizarmos com sucesso todas as nossa tarefas. E é neste ponto que o Método Konmari se torna uma importante técnica de produtividade.

O segredo do Método KonMari está em categorizar todas as coisas de sua casa e manter em sua vida apenas aquilo que te faz feliz. Todo o restante deve ser destacado, livrando-se do excesso.

Em entrevista ao blog do Trello, Jenny Ning, a primeira funcionária da KonMari, indicou como esse método pode ser utilizado para aumentar a produtividade no trabalho.

“Começando com os aspectos tangíveis, o Método KonMari pode ser implementado em mesas e escritórios. É valioso em espaços de trabalho compartilhados também. Um ambiente que desperta alegria pode levar a uma força de trabalho mais feliz e criativa. Em termos do trabalho real, o método KonMari pode ajudar na produtividade. Ele incentiva você a identificar o que é essencial e a tomar medidas para criar um ambiente que apoia seus objetivos”, destacou.

Jenny Ning ainda explicou como essa técnica pode ser apropriada para melhorar nossa vida digital. “Comece por ser mais consciente do volume de itens digitais em sua vida, e por priorizar aqueles que lhe trazem alegria. Sentir-se oprimido no trabalho é natural quando você constantemente mantém dezenas de abas do navegador abertas em seu computador ou tem todos os itens possíveis em sua lista de afazeres acumulados”, acrescentou.

Os passos para usar o Método Konmari no seu trabalho

Manter o ambiente organizado e limpo é determinante para aumentar a capacidade produtiva. Assim, o Método Konmari pode ser facilmente adaptado ao local de trabalho:

Visualize

Antes de iniciar a organização, pense por que você quer organizar aquele ambiente e em como você gostaria de se sentir ali. O primeiro passo é visualizar como esse local de trabalho poderia trazer mais felicidade.

Categorize e otimize os itens

Para efetivamente começar a organização, o Método Konmari determina que tudo deve ser categorizado. Ou seja, remova todos os objetos do seu local de trabalho e os classifique em categorias. Isso pode ser válido desde canetas e livros até documentos. 

Em relação aos papéis, é recomendável dividi-los entre os papéis que demandam ação; os que você precisará por um período limitado e os que devem ser mantidos indefinidamente. Assim, ficará mais fácil entender o que deve ser guardado e o que pode ser descartado.

Confira o Clube da Leitura da Digilandia e veja sugestões de livro que ajudam a se organizar e aumentar a produtividade no trabalho:

Clube da Leitura Digilandia

Preste atenção aos seus sentimentos sobre o trabalho

No próximo passo, item por item, começando pelas categorias mais fáceis, você deve pegar o item e se questionar se aquele objeto traz alegria. Se a resposta for negativa, o caminho deve ser descartá-lo.

Mas um alerta: como estamos falando de um ambiente de trabalho, obviamente você não deve jogar fora documentos que sejam importantes, mesmo que eles tragam algum sentimento negativo.

Se houver muitas coisas que não trazem sensações positivas, pode ser a hora de refletir se você quer mesmo estar naquele lugar e exercer aquele trabalho.

Adeque funções

Caso haja algo que não desperte alegria, mas é essencial para a execução do seu trabalho, avalie de que forma é possível manter esse item de uma forma que ainda possa se alinhar ao espaço que você visualizou lá no primeiro passo.

Tenha gratidão pelo aprendizado

Um dos ensinamentos de Marie Kondo é que devemos ser minimalistas e descartar aquilo que não é essencial. Mas não é só isso. Ela defende ainda que devemos manter boas relações com todos os nossos objetos.

Assim, mesmo que você decida que deve jogar algo fora, é necessário ter gratidão pelo que aquilo representou enquanto foi útil. De alguma forma, o item descartado pode ter representado um aprendizado.

Aproveite o poder das coisas

Depois de decidir o que você não quer deixar mais no seu local de trabalho, o caminho ideal é que todos itens sejam doados se puderem ser úteis para outras pessoas. 

Além disso, ao manter somente aquilo que realmente importa, aproveite o sentimento positivo que aqueles itens trazem para você e fizeram com que você quisesse mantê-los.

Como usar o Método Konmari para definir ferramentas de trabalho

Um dos ensinamentos de Marie Kondo no livro A Mágica da Arrumação é: “A melhor maneira de descobrir do que você realmente precisa, é se livrar daquilo que você não precisa”.

Muitas vezes em busca de sermos mais produtivos e otimizarmos nosso trabalho, passamos a usar diversas ferramentas. Porém, você já refletiu se tudo aquilo que usa, realmente, traz benefícios para a sua rotina?

Se há uma percepção de que você está incorporando ao seu dia a dia recursos além do que precisaria, o Método Konmari será muito útil.

Você deve relacionar todas as ferramentas, aplicativos e softwares que usa para executar seu trabalho. A partir disso, avalie quais despertam alegria para você e sua equipe.

Alegria aqui está mais atrelado a um sentimento positivo de que aquela ferramenta torna sua rotina efetivamente mais produtiva e ajuda você a realizar melhor o seu trabalho.

Caso haja alguma ferramenta que não traz algum sentimento positivo e é considerada inútil, dê esse feedback a quem sugeriu que ela fosse usada. Você e sua equipe podem estar perdendo tempo.

Como adotar o Método Konmari para a sua carreira

Ao pensar em trabalho, o Método Konmari não deve ficar restrito apenas à organização do ambiente onde executamos nossas atividades. O que é proposto por Marie Kondo pode ser usado para refletirmos também sobre nossas carreiras.

No seu best-seller, a autor japonesa destaca: “Comece identificando seu objetivo. Reserve um tempo para pensar sobre isso com cuidado. Tal coisa implica visualizar seu estilo de vida ideal”.

Portanto, analise se sua carreira ou profissão traz alegria na maior parte do tempo. A partir dessa reflexão, busque identificar qual é a fonte de sua felicidade profissional e avalie como ela pode ser potencializada.

Ao identificar atividades que não gosta de fazer, procure delegá-las ou se certificar de que elas não farão parte de sua rotina num futuro emprego.

Lembre-se que dedicamos grande parte das nossas vidas ao trabalho e a insatisfação com que fazemos pode trazer prejuízos para nossa saúde mental

Aproveite para saber como alcançar a qualidade de vida no trabalho remoto.

Comentários

Este blog tem o orgulho de ter o apoio destas marcas:
Salvar