Pensando em investir em startups, mas não sabe por onde começar? Saiba como escolher os melhores investimentos para seu perfil de investidor

Cada vez mais brasileiros estão apostando em investimentos promissores e diferenciados, dentro e fora do país. Nesse sentido, investir em startup tem sido uma das principais aplicações, principalmente para quem busca negócios inovadores e modernos.

Segundo o Wrapped Brazilian Statups, 2021 foi um ano histórico para o setor, com o aumento de 200% em aportes nas startups brasileiras. Um saldo gigantesco quando se compara ao ano anterior, em que os investimentos médios subiram de US$ 5,5 para US$ 13,7 milhões.

Não há como negar: esse é um setor de grande potencial e que traz diversificação. Por isso, preparamos um artigo para te ajudar a começar seus investimentos em startups, analisando oportunidades atrativas para seu perfil de investidor. Vamos lá?

Por que investir em startup?

Se você está pensando em investir em uma startup, há algumas coisas para ter em mente. Primeiramente, considere a maturidade da companhia. As que estão em estágio inicial são mais arriscadas, embora tenham mais potencial de crescimento. 

Em segundo lugar, veja a equipe por trás da startup. Eles têm experiência no setor? São apaixonados pelo que oferecem? Depois, avalie a oportunidade de market share. Existe um mercado grande o suficiente para o produto ou serviço? 

Finalmente, considere sua tolerância aos riscos. Quanto dinheiro você está disposto a perder se a empresa não vingar? Há um risco de se investir em startups, mas, com uma consideração cuidadosa, os resultados podem ser gratificantes.

Como faço para investir em startups?

Lembre-se de que investir tem seus riscos e, com as startups, essa também é uma realidade. Não existe um caminho fácil, inclusive esse é um dos motivos que levam muitos investidores a aplicar seu dinheiro em mais de uma startup. Essa é uma saída para se prevenir e não ficar no prejuízo, caso uma delas quebre.

Além disso, você não precisa ter muito dinheiro para investir em startup, sabia? Isso porque existem diversas opções que não precisam de valores muito altos. Portanto, pesquise bastante!

Como investir com pouco dinheiro?

Afinal, quanto dinheiro você deve investir em uma startup? Essa é uma pergunta difícil de responder, pois há muitos fatores a considerar. 

O valor que você deve investir em uma startup depende do estágio da empresa, do setor, da situação financeira pessoal e da tolerância aos riscos. No entanto, como recomendação geral, você nunca deve investir mais do que pode perder.

Para quem quer saber onde investir com pouco dinheiro, as plataformas de investimento são boas opções, sobretudo para pessoas físicas. Eles são focados em empresas que já validaram e decolaram no mercado, o que potencializa as oportunidades de bons rendimentos.

Para te ajudar, aqui vão algumas opções para quem quer saber onde investir pouco dinheiro neste setor.

Investimento semente

De modo geral, investimento semente é um aporte financeiro feito em uma startup que está em estágio inicial. Nesse caso, o capital semente é o dinheiro investido para as fases iniciais da companhia.

Esse modelo de investimento em startup é voltado para aquelas que ainda estão em desenvolvimento. Por exemplo, criando um produto, pesquisando, analisando o mercado e validando a ideia.

Crowdfunding

Em tradução literal, Crowdfunding é um financiamento colaborativo voltado para um projeto em questão. Dependendo da iniciativa, esse método pode ser feito como doação ou forma de investimento.

Investidor anjo

Usualmente, o investidor anjo é um empresário, empreendedor ou executivo que tem uma carreira consolidada. Basicamente, ele já acumulou recursos suficientes para alocar uma parte deles ao investir em novas empresas.

O investimento anjo é feito, normalmente, por um grupo de 5 a 30 investidores, visando à diluição de riscos e o compartilhamento da dedicação aplicada. Para isso, eles elencam investidores líderes para a gestão do processo de investimento.

Plataformas de investimento

As plataformas de investimento são ambientes online disponibilizados aos clientes de corretoras ou bancos digitais autorizados. Tais ferramentas permitem que os investidores tenham acesso a uma boa variedade de produtos.

Aceleradora

As aceleradoras são parecidas com incubadoras e, por esse motivo, existe muita confusão. Nas aceleradoras, a parceria é feita quando a startup está prestes a atingir o break even (ponto de equilíbrio), momento em que se tornará lucrativa financeiramente.

Quais as melhores startups para investir?

Há muitas razões para investir em startups, em especial o potencial de crescimento e retorno aos investidores. Em paralelo, elas costumam estar na vanguarda da inovação e podem oferecer acesso a tecnologias e mercados novos e emergentes. 

Aliás, investir em uma startup pode ser uma forma de apoiar o empreendedorismo e ajudar no crescimento da economia. Já pensou nisso?

5 dicas para investimento em startups

Agora que você já sabe como investir em startups, incluindo os riscos que esse e qualquer formato de aplicação oferece, está na hora de absorver as dicas práticas. Logo adiante, veja como tornar esse processo ainda mais rápido e interessante:

  1. defina a porcentagem do seu capital que será investido;
  2. entenda os tipos de investimento que estão disponíveis;
  3. estabeleça setores que fazem sentido para seus objetivos e perfil de investidor;
  4. fique de olho no mercado para encontrar as melhores startups para investimento;
  5. faça mais do que apenas aplicar seu dinheiro, auxilie como puder no crescimento da empresa, como nas consultorias.

Conclusão

As startups pré-receita são os investimentos mais arriscados, mas também os mais gratificantes ao decolar. Já as que estão em estágio inicial têm uma chance maior de sucesso, mas atraíram menos atenção da mídia.

Todos os modelos e suas variações têm suas vantagens e desvantagens. Por isso, o ideal é manter uma estratégia bem traçada e evitar prejuízos imprevistos de grande impacto.

Empresas iniciantes são uma ótima maneira de investir seu dinheiro. Contudo, antes de investir, há algumas coisas que você deve fazer primeiro:

  • certifique-se de pesquisar a empresa e seu modelo de negócios;
  • analise suas finanças para confirmar se é um bom investimento;
  • diversifique! Investir em apenas uma startup pode ser arriscado. Sendo assim, busque distribuir seu investimento em empresas diferentes.

Gostou desse conteúdo? Então, continue aprendendo mais sobre como investir melhor seu dinheiro!

Feito para você: investimentos alternativos – por que optar por esse modelo de negócio?

Comentários

Salvar