Se você busca investir o seu dinheiro de forma mais segura e com retornos mais previsíveis, os títulos da dívida pública são uma boa opção. Por meio do Tesouro Direto, a União emite papéis para que pessoas físicas possam se tornar credores e ajudar o governo a financiar investimentos em infraestrutura, saúde, educação e várias

Se você busca investir o seu dinheiro de forma mais segura e com retornos mais previsíveis, os títulos da dívida pública são uma boa opção.

Por meio do Tesouro Direto, a União emite papéis para que pessoas físicas possam se tornar credores e ajudar o governo a financiar investimentos em infraestrutura, saúde, educação e várias outras áreas.

Um desses papéis é o LTN. Essa aplicação de renda fixa é bastante atraente para investidores mais conservadores, mas também atende muito bem perfis mais moderados e arrojados que desejam diversificar seu portfólio.

Neste artigo, você vai descobrir o que é LTN, como funciona a rentabilidade do LTN e quais as vantagens que esse título oferece.

Além disso, vamos mostrar também no decorrer dos próximos parágrafos quanto custa investir no Tesouro LTN e o que você precisa fazer para começar a aplicar o seu dinheiro nesse título de renda fixa.

LTN: o que é esse título?

LTN significa Letra do Tesouro Nacional. O que é LTN pode ser definido como um dos títulos da dívida pública que permitem que pessoas físicas possam se tornar credoras da União.

As LTNs vêm se tornando cada vez mais populares principalmente pelo aporte mínimo ser mais acessível para cidadãos comuns. A partir de R$ 40 já é possível se tornar um investidor do Tesouro.

As Letras do Tesouro Nacional são títulos com rendimento prefixado. Na prática, isso significa que, ao comprar uma LTN, você já sabe exatamente quanto o seu aporte vai render e quanto ele poderá resgatar na data de vencimento.

Em 2015, o Tesouro Direto modificou a nomenclatura de seus títulos como forma de facilitar a compreensão dos investidores. Hoje, as LTNs também são conhecidas como Tesouro Prefixado – em referência à forma com que as aplicações são remuneradas.

Saiba mais: Descubra o que é o Bacen e entenda por que essa instituição é importante para a economia

Veja mais sobre a LTN neste vídeo da Rico:

Qual é a rentabilidade da LTN?

A rentabilidade da LTN é prefixada. Ou seja, ela não está indexada a nenhuma outra variável e você sabe exatamente quanto o seu aporte vai render até a data prevista para o resgate.

As LTNs são bastante seguras e rentáveis, principalmente se comparadas ao rendimento da caderneta de poupança que, apesar de chegar a render bem menos que a inflação, ainda é o local preferido dos brasileiros para guardar dinheiro

Até o fechamento deste artigo, as LTNs listadas no site do Tesouro Direto estão oferecendo uma rentabilidade em torno de 11% a.a.

Leia também: O que são investimentos em renda variável? Veja neste GUIA!

Vale a pena investir no Tesouro LTN?

O Tesouro LTN é uma das melhores opções de investimento para quem possui um perfil mais conservador e que ainda não tem o apetite ao risco necessário para realizar aplicações em renda variável.

A principal vantagem das Letras do Tesouro Nacional é a previsibilidade do seu rendimento. Como bem mencionamos anteriormente, você consegue prever quanto o seu dinheiro vai render até a data do vencimento, o que permite planejar melhor seus objetivos financeiros.

Porém esse rendimento pré-fixado pode, ao mesmo tempo, representar uma desvantagem. Isso porque não vale a pena aplicar o seu dinheiro em uma LTN cujo rendimento fixado for inferior à inflação ou à taxa básica de juros (Selic).

Um outro ponto positivo das LTNs e de todos os outros títulos do Tesouro Direto é que elas são extremamente seguras e de risco baixíssimo.

Se você está pensando em fazer investimentos visando objetivos de curto e médio prazo, vale a pena sim investir no Tesouro LTN.

No entanto, pensando a longo prazo, esse tipo de aplicação pode não ser uma boa ideia devido às flutuações do cenário econômico e da inflação, o que pode fazer com que o poder de compra do seu aporte não seja preservado.

Leia mais: Como investir no Tesouro Direto? Guia prático para tirar suas dúvidas e começar!

Uma das maneiras de investir seu dinheiro é por meio de corretoras de investimento online, como a XP e a Rico.

Confira qual delas é a melhor para você:

LTN: o que é

Quanto custa investir no Tesouro LTN?

Se você está interessado em aplicar o seu dinheiro em LTNs, saiba que existem alguns custos com os quais você pode ter que arcar.

O primeiro custo se refere à taxa de administração que algumas corretoras podem cobrar para intermediar essa operação de compra de títulos do Tesouro Direto.

Há também uma taxa de custódia que a Bolsa de Valores (B3) cobra dos investidores. O valor dessa taxa é de 0,2% e é cobrada a cada seis meses.

E não há como fugir do Imposto de Renda. A cobrança do IR segue uma tabela regressiva, em que a alíquota vai diminuindo à medida que você deixa o seu investimento rendendo até chegar ao limite mínimo de 15% sobre os rendimentos.

Por fim, tem também o Imposto sobre Operações Financeiras. Porém, a parte boa é que o IOF só vai incidir sobre os seus rendimentos caso você solicite o resgate da sua aplicação antes de ela completar 1 mês. Depois de 30 dias, o seu aporte fica isento de IOF.

Veja também: Como não perder dinheiro com a alta inflação do Brasil?

E então, gostou de saber mais sobre o que é LTN?

Para começar a investir, abra a sua conta em uma corretora de valores, transfira o seu dinheiro para a conta da corretora e escolha as LTNs que melhor combinam com seus objetivos financeiros.

Veja outras alternativas de investimento aqui: O que é CDB? Veja como investir e conheça 5 vantagens ?

Comentários

Salvar