Você sabe como lucrar com o swing trade? Entenda em 10 dicas como é possível aumentar os seus ganhos com essa modalidade de investimento!

Quem busca oportunidades de investimento únicas, com potencial de gerar lucros interessantes a curto e médio prazo, pode apostar no swing trade. Diferentemente do day trade, essa é uma possibilidade um pouco menos arriscada e que requer menos agilidade nas negociações.  

O swing trade é uma técnica que foca na compra e nas vendas de ações com uma tendência de alta e que requer um certo conhecimento de mercado. Porém, é possível iniciar com um valor baixo e ir aprendendo aos poucos. 

Entenda melhor o que é o swing trade, como ele funciona e como você pode lucrar com ele! 

O que é swing trade?

O swing trade é uma das principais estratégias de investidores para realizar operações na bolsa de valores

Ela consiste em investimentos de curto e médio prazo, que, em tese, envolvem menos risco e maior probabilidade de ganhos quando comparado com atividades como o day trade.

O objetivo principal de um swing trader (a pessoa que negocia as ações) é identificar quais são as tendências do mercado financeiro e investir nelas. Com isso, lucra-se com ações, contratos futuros e outros ativos da Bolsa.

Para isso, é necessário analisar gráficos (diários, 60 minutos ou intraday) e descobrir padrões e tendências.

Ao todo, uma operação de swing trade pode durar entre dois dias até algumas semanas, tudo vai depender do objetivo fixado pelo investidor. 

O intuito é aproveitar os swings, ou seja, as pequenas movimentações do mercado, para encontrar ativos com uma boa liquidez diária.

Essa é uma estratégia particularmente útil para quem não quer viver apenas do trading. Isso porque o monitoramento não precisa ser tão frequente quanto no day trade.

Diante disso, as principais vantagens do swing trade são as seguintes:

  • não é preciso antecipar os movimentos do mercado, mas sim agir a partir das tendências das últimas semanas;
  • é possível esperar a tendência se comprovar;
  • envolve menos estresse, pois não é necessário fazer transações com tanta agilidade, impulsividade e pressão;
  • maior flexibilidade de tempo para negociação, pois tem menor necessidade de acompanhamento. Logo, é uma atividade que pode ser complementar ao seu trabalho atual e gerar uma renda extra;
  • pode começar com investimentos baixos, a partir de ações de R$2, para aprender aos poucos;
  • há a possibilidade de aproveitar todos os movimentos do mercado e ter maior retorno financeiro por trade. 

Quer entender melhor então como funcionam as compras e vendas de ações para swing trade? Confira abaixo! 

Como funcionam as compras de ações para swing trade?

Como tudo que envolve o mercado financeiro, ao colocar em prática o swing trade, é preciso ponderar o equilíbrio entre risco e retorno.

O swing trade funciona a partir da análise reativa e não proativa dos gráficos. Ou seja, a aposta e a especulação são feitas com base em dados e conhecimento prévio e não por intuição.

Na prática, o swing trader encontra uma ação, analisa o seu comportamento e os seus preços por meio dos padrões gráficos. Em seguida, ele traça as tendências de alta e de baixa para decidir quais comprar.

O objetivo é tornar a operação o mais segura e eficiente possível, sempre lembrando que ela vai envolver algum nível de risco.

Quando o swing trader avalia que uma ação tem potencial para subir nos próximos dias, ele compra ela e espera o tempo delimitado.

Por isso, pode levar alguns dias ou até mesmo semanas até que a ação atinja o valor desejado.

Como o swing trade envolve riscos, é preciso também contar com um plano de contingências, para caso a aposta dê errado.

Em resumo:

  1. o swing trader define uma meta de ganho e um limite de perdas;
  2. depois disso ele pode configurar os stops, um mecanismo de proteção contra perdas ou de proteção de lucros;
  3. quando a ação valoriza, ele vende ela e ganha os lucros;
  4. se a ação desvaloriza demais, ele para e respeita os limites traçados.

Leia também: “Como não perder dinheiro com a alta inflação do Brasil?”

 e “Como funciona o investimento em startup? Descubra!

Como lucrar com swing trade? 10 dicas para começar a investir

Antes de saber como lucrar com o swing trade, é preciso compreender qual é o seu perfil de investidor:

  1. conservador;
  2. moderado;
  3. arrojado.

Apesar de ser menos arriscado que o day trade, o swing trade ainda é considerado uma modalidade que envolve riscos, por isso é indicado para quem tem um perfil mais arrojado.

Mesmo assim, é possível investir pouco dinheiro e aprender com calma a fazer melhores aplicações. 

O recomendado é que os iniciantes comecem com pouco capital e não se exponham a grandes riscos, assim evitam traumas e grandes perdas. 

Porém, com o tempo, se você quiser lucrar mais, é preciso aplicar mais capital.

As principais dicas para atuar como swing trader são:

  1. estude a análise de tendências e foque na avaliação dos gráficos;
  2. estabeleça os seus limites, especialmente os pontos de prejuízo e de ganho esperado;
  3. veja quantas ações é possível comprar dentro do gerenciamento de risco e que não comprometam o seu patrimônio. Invista apenas aquilo que você pode perder;
  4. comece com poucos ativos e vá aumentando gradualmente;
  5. diversifique os investimentos em ações distintas, assim há mais chances de sair lucrando;
  6. desenvolva um grande conhecimento do mercado de capitais;
  7. procure investir em ações direcionais, que possuem movimentos longos e limpos de alta e de baixa;
  8. saiba escolher a ação e descubra o seu tempo certo de compra e de venda;
  9. desenvolva o seu próprio método de identificação das ações interessantes;
  10. use ordens automáticas de stop loss e gain.

A principal ferramenta de estudo que você pode usar no swing trade é a análise técnica. Por meio dela é possível estudar a dinâmica do mercado com sinais do passado e presente, além de gráficos com preços e volumes de negociações.

No final das contas, um retorno desejável para um swing trader é de 3% a 5%. No entanto, os ganhos abaixo disso também são muito bem-vindos.

Lembre sempre: gerencie os seus riscos, aumente o seu conhecimento sobre o mercado financeiro e invista apenas aquilo que pode perder.

Quer continuar aprendendo como investir de maneira adequada para o seu perfil? Leia outros textos no nosso blog

Comentários

Salvar