Saiba quais critérios considerar ao contratar um plano de saúde empresarial para seus funcionários e como fazer a contratação

Escolher um bom plano de saúde empresarial pode fazer uma grande diferença na vida de seus colaboradores, mas muitos empresários ainda têm dificuldade em entender o processo e encontrar as melhores opções do mercado.

Isso porque existe uma ampla concorrência para este tipo de serviço, e você deve encontrar aquele que ofereça mais opções e que atenda as necessidades de seus funcionários, garantindo que o valor não prejudicará as finanças da empresa.

O plano de saúde corporativo é um convênio médico que se destina aos empregados de uma determinada empresa. Através da contratação de uma rede credenciada especializada, você garante acesso a diversos procedimentos de saúde para todos os seus colaboradores.

Assim, uma empresa de segurança eletrônica, por exemplo, garante que todos seus funcionários serão contemplados com este benefício.

Ademais, o processo em si é bem simples. Ao custo de uma mensalidade, a operadora do plano oferece uma cartela de serviços médicos que podem incluir:

  • Pronto socorro;
  • Exames especializados;
  • Consultas médicas;
  • Partos;
  • Internações;
  • Entre outros.

Quanto mais possibilidades o plano oferecer, maior será o custo. Entretanto, muitas vezes este é um investimento que vale a pena realizar, uma vez que ele se reflete diretamente na qualidade de vida de sua equipe.

Quanto mais estas pessoas se sentirem valorizadas pela companhia, mais dispostas a produzir e alavancar a empresa elas estarão. O plano de saúde é um dos benefícios mais buscados no mercado de trabalho.

Isso porque os custos destes procedimentos médicos costumam ser muito elevados nas hospitais particulares, e os prazos do sistema único de saúde podem ser longos demais, o que prejudica o funcionário.

Este benefício não é obrigatório para a empresa. E mesmo que você ofereça o plano de saúde, seus colaboradores têm a opção de contratar ou não, caso já possuam outro tipo de plano individual. Entretanto, na grande maioria das vezes ele acaba sendo muito requisitado.

Além disso, existem muitos pontos que uma empresa pode levar para facilitar seu trabalho, desde o serviço de processamento de folha de pagamento até benefícios como alimentação e saúde.

Então, pensando no segundo ponto, para controlar e regulamentar os planos de saúde existe a ANS, Agência Nacional de Saúde Suplementar. Ela determina a regularidade de planos de saúde que estão no mercado, bem como os benefícios que eles apresentam.

Um colaborador que opte pela utilização do serviço, muitas vezes, tem a possibilidade de incluir membros de sua família no plano, principalmente cônjuges e filhos menores de idade. Além disso, você pode estender o benefício para aposentados e trabalhadores temporários.

Os custos de um plano de saúde corporativo costumam ser muito mais baixos que os de um plano convencional. Isso porque a quantidade de colaboradores inseridos no plano acaba garantindo descontos e outros benefícios.

Contratando um plano de saúde

Para conseguir tomar uma decisão assertiva, é primordial que você saiba para quem está contratando o serviço. Compreender o perfil de seus colaboradores é o primeiro ponto que você deve se preocupar quando estiver decidindo qual tipo de plano pretende contratar.

Do contrário, ao invés de um benefício você acabará tendo que lidar com um problema na empresa, que gerará insatisfação e pode ser bastante prejudicial a longo prazo.

Então, uma empresa de serviços de alimentação que queira contratar o serviço, mas tenha muitos funcionários, precisa estar atenta a algumas recomendações, sendo:

O primeiro passo a identificar é a quantidade de colaboradores interessados, bem como sua faixa etária. Quanto maior for a idade do funcionário, mais alto é o valor da mensalidade, e isso deve ser levado em conta na hora de contratar.

Além disso, existem diversos serviços médicos que são específicos para homens ou mulheres. Por isso, saber o gênero de seus colaboradores pode ajudar a tomar decisões mais assertivas na escolha do plano.

Uma vez que muitas pessoas incluem cônjuges e familiares em seu plano de saúde, você precisa saber o estado civil e o número de filhos de seus colaboradores, para escolher uma opção que se encaixe melhor nesta realidade.

Assim, uma empresa de serviços de contabilidade consegue identificar qual será a melhor opção para que seus colaboradores e dependentes tenham o melhor plano.

Outro fator importante que você deve ter registro é o de doenças crônicas entre seus colaboradores. Isso porque alguns planos de saúde não cobrem estas doenças, ou exigem algum tipo de adicional para o atendimento.

Quando você está planejando a contratação de um serviço como esse, o ideal é que seus colaboradores sejam contemplados em sua plenitude, não deixando espaço para a necessidade de pagar por tratamentos adicionais.

O que avaliar durante a contratação?

Dentre as inúmeras opções de contratação, saber o que escolher para um plano de saúde empresarial precisa passar por algumas avaliações que podem ser importantes em sua tomada de decisão.

Entre as principais podemos citar:

Conheça as coberturas

Este é um ponto importante na hora de optar por um plano de saúde. Muitas pessoas acreditam que o simples fato de ter um plano permite que elas tenham acesso a qualquer tipo de procedimento médico disponível no mercado.

Entretanto, o convênio só é obrigado a arcar com os elementos que estão incluídos na forma de cobertura, estipulada pela ANS. O tipo mais comum é o ambulatorial, que engloba consultas, exames e cirurgias sem internação.

Alguns planos oferecem alguns serviços à parte, como uma clínica de fisioterapia, por isso, é importante verificar tudo que sua cobertura engloba.

Já a cobertura hospitalar permite que o colaborador seja internado em caso de necessidade, e aumenta a gama de cirurgias disponíveis. A obstetrícia deve ser contratada no momento da escolha do plano, uma vez que alguns possuem este tipo de cobertura e outros não.

Existe uma variante que é o convênio odontológico. Este engloba todas as ações relacionadas a boca e dentes, e tem uma série de especificidades próprias, como cobertura de cirurgias, implantes e outros detalhes que devem ser avaliados.

Abrangência

Para empresas que não tem movimentação de funcionários, você pode optar por um convênio médico que tenha mais especialidades, mas que esteja focado na região onde a empresa está. Em outros casos, o ideal é ter uma cobertura muito maior em espaço.

Na hora de fazer uma cotação de seguro e plano de saúde, é importante identificar até onde este serviço está disponível, caso você precise viajar.

Além disso, definir a abrangência de seu plano de saúde é um ponto importante, uma vez que ela dirá ao colaborador até onde ele está protegido pela cobertura em caso de acidentes ou necessidade de realizar um procedimento hospitalar.

Normalmente, as operadoras possuem ambos os tipos de serviço. Os planos nacionais costumam ser mais caros, o que pode acabar diminuindo o tipo de cobertura para se encaixar no financeiro da empresa.

Por isso, caso você não precise de viagens frequentes, investir em um plano de saúde completo e localizado pode ser a melhor opção.

Rede credenciada

Qualquer operadora de plano de saúde possui uma lista com todos os serviços oferecidos, com endereços de hospitais, laboratórios e clínicas que aceitam o plano escolhido. Por isso, é importante saber quanto você poderá utilizar com este benefício.

Um dos principais pontos na rede credenciada é identificar os locais da cidade que prestam atendimento emergencial. Os pronto socorros são fundamentais para salvar vidas, e você deve saber suas localizações e as melhores rotas de sua residência até um deles.

Também é importante avaliar se você tem direito a uma UTI móvel. Esse tipo de serviço pode ser muito útil caso você precise em uma emergência.

Quanto mais perto um pronto socorro for de sua casa, mais seguro você e seus familiares estarão em casos de acidentes ou da necessidade de um atendimento de urgência.

Carência

A carência é o período entre a assinatura do contrato e o uso dos serviços que foram escolhidos. Normalmente, situações de emergência podem ficar disponíveis após 24 horas, mas cirurgias e outras situações podem levar até 300 dias para ficarem disponíveis.

Por isso, é importante ficar atento a todas as possibilidades que o plano oferece, uma vez que muitos operadores diminuem ou cortam a carência como uma técnica de vendas. Você pode conseguir um excelente negócio para você e seus colaboradores dessa forma.

Além disso, a maioria dos planos empresariais oferece a opção de portabilidade, garantindo assim que, caso você troque o plano de saúde, seus colaboradores não precisarão iniciar o período de carência novamente.

Alguns serviços específicos, como uma clínica de psicologia, podem ter uma carência diferenciada, por isso é sempre bom pesquisar com atenção.

Considerações finais

O plano de saúde é um dos maiores benefícios que seus colaboradores podem receber. Muitas pessoas se mantêm em seus empregos ou buscam aqueles especificamente por conta de benefícios como este.

Isso porque a saúde é um dos pontos mais importantes de nossa vida, então, contar com a tranquilidade de poder ir a um hospital ou clínica é muito tranquilizador. Por isso, você como empresário deve buscar planos que se encaixem no perfil de sua empresa.

Assim, conseguirá proteger sua equipe e garantir uma maior produtividade no dia a dia, uma vez que seus colaboradores se sentirão valorizados por conta dessa vantagem.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

Comentários

Este blog tem o orgulho de ter o apoio destas marcas:
Salvar