O tabagismo é um dos hábitos mais prejudiciais à saúde humana. O tabaco contém cerca de 5.000 substâncias tóxicas que estão diretamente ligadas a doenças de órgãos e vários problemas para a saúde bucal. Ao ir a um consultório odontológico para qualquer tipo de cirurgia, como colocar uma prótese com um dentista implantes, o profissional

O tabagismo é um dos hábitos mais prejudiciais à saúde humana. O tabaco contém cerca de 5.000 substâncias tóxicas que estão diretamente ligadas a doenças de órgãos e vários problemas para a saúde bucal.

Ao ir a um consultório odontológico para qualquer tipo de cirurgia, como colocar uma prótese com um dentista implantes, o profissional certamente o alertará sobre as complicações que esse hábito pode causar nos dentes e na recuperação do procedimento.

Por isso, neste artigo, falaremos sobre quais doenças estão associadas ao tabagismo e dar dicas de como parar de fumar. Continue lendo!

Como ter uma boa higiene oral

A higiene oral e o acompanhamento regular em um consultório dentista são os aliados mais importantes quando pensamos em manter um sorriso bonito em qualquer situação.

Embora todos devam manter essa rotina de limpeza como forma de tratamento preventivo, algumas pessoas precisam estar mais comprometidas com a ação, como fumantes.

Os hábitos de higiene que devem ser observados e praticados na vida diária incluem:

  • Escovar os dentes adequadamente 30 minutos após as refeições;
  • Passar o fio dental ao menos uma vez no dia;
  • Remover a saburra da língua com o raspador;
  • Gargarejar ou enxaguar com água.

Caso faça um tratamento em uma clínica de ortodontia, pergunte sobre os produtos e itens especiais que deverá utilizar. Isso porque, pessoas com aparelho dental precisam ter mais cuidados durante a higienização.

Ao realizar essas etapas, as chances de complicações ou odores são bastante reduzidas, mas não o suficiente para prevenir completamente os problemas causados ​​pelo tabagismo.

Caso sinta alguma dor ou alteração em sua arcada dentária, procure por um dentista que faz tratamento de canal e peça por uma avaliação.

Doenças orais e condições associadas ao tabagismo

O uso de cigarro e outras formas em que o tabaco está contido em seus ingredientes pode ser uma das principais causas de uma ampla gama de doenças que se acredita estarem na raiz, que variam de boca seca a transtorno obsessivo-compulsivo de abstinência.

Os principais problemas e condições associadas ao tabagismo incluem:

  1. Câncer bucal

O câncer é uma doença caracterizada pelo crescimento desordenado de células que se multiplicam sem respeitar os limites naturais, invadindo e destruindo os tecidos adjacentes.

Isso se deve à mutação genética e à falha das proteínas responsáveis ​​pelo reconhecimento e eliminação das células cancerígenas.

A ligação direta entre o tabagismo e o câncer se deve aos altos níveis de substâncias químicas tóxicas presentes nos cigarros, que, quando expostos a períodos prolongados nos tecidos, tendem a torná-los mais necessitados de regeneração do que naturalmente.

Portanto, toda vez que nosso corpo produz novas células, há uma chance de que uma delas se torne cancerosa, e quanto mais vezes esse processo tiver que passar, maior a chance de certas mutações desencadearem um crescimento irregular.

Além disso, as substâncias presentes no cigarro alteram as funções vitais das células, aumentando a quantidade de morte celular e, assim, reduzindo a função.

  1. Doença periodontal

Outra doença bucal muito comum relacionada ao tabagismo é a doença periodontal, mas as consequências também são complexas.

A enfermidade está associada ao acúmulo de bactérias no tecido periodontal, área que inclui as gengivas e os ossos ao redor dos dentes.

Esse tipo de infecção é um dos mais importantes quando consideramos a perda do dente e a necessidade do uso de restaurações fixas sobre implantes, pois esses germes podem danificar a raiz ao longo do tempo se não forem eliminados a tempo.

Os cigarros estão diretamente ligados porque interferem no sistema imunológico, que não é eficaz contra bactérias.

Caso você note alguma anormalidade em seus dentes, busque por um dentista especialista em canal ou um pronto atendimento e peça para averiguar seus dentes e assim, evitar a piora.

  1. Mau hálito e manchas nos dentes

Como a fumaça está constantemente em contato com a boca, moléculas de odor desagradável podem eventualmente penetrar nos tecidos dela, além dos dentes e língua, e até mesmo interferir no sabor dos alimentos.

Além disso, a exposição prolongada dessas substâncias aos dentes pode causar amarelamento e é um dos principais motivos para buscar um reforço no clareamento dental.

Como parar de fumar

O vício em nicotina é um dos mais fortes e difíceis de largar, e depende muito da força de vontade de cada um.

Uma vez acertada a ideia, nosso corpo ainda está acostumado a ingerir a substância e sentirá falta dela, levando à abstinência.

Dessa forma, os primeiros meses são os mais complicados, e o corpo vai deixando de sentir falta de maneira gradual.

Algumas dicas importantes incluem substituir com outro hábito, como, mascar chiclete, praticar atividade física, evitar condições que possam levar à recaída, como o consumo de álcool e, em casos mais complicados, o uso de medicamentos pode ajudar. 

Conteúdo desenvolvido pela equipe do Status Fit Center, blog criado com o intuito de melhorar a saúde e o bem-estar por meio de conteúdos que reforçam a importância dos cuidados regulares.

Comentários

Salvar