Não sabe como reduzir o custo do plano de saúde? Planeje-se com 6 dicas infalíveis. Estude o mercado, incentive a coparticipação e mais.

Gestor que se preze tem se assustado com o aumento da mensalidade dos planos de saúde das PMEs. Um fator agravante neste início de ano é o reajuste após a suspensão em 2020. No entanto, contar com um plano de saúde ainda é um benefício para os colaboradores, visto que ninguém deseja ficar horas esperando por um atendimento no Sistema Único de Saúde.

Se o seu intuito é reduzir o custo de plano de saúde e equilibrar as finanças do seu negócio, você está no lugar certo. Neste artigo, selecionamos 6 dicas de como reduzir o valor do plano de saúde e garantir o bem-estar dos seus colaboradores.

6 dicas de como reduzir o custo de plano de saúde empresarial:

1. Faça um estudo de mercado

A primeira dica de como reduzir o valor do plano de saúde é fazer um estudo de mercado.

Para isso, converse com o setor de recursos humanos sobre como anda a contabilidade da empresa e coloque em xeque se você deve continuar com os mesmos custos do plano de saúde atual. Saiba que este tipo de serviço demanda tempo e disciplina, e deve valer em conta todos os benefícios que determinado convênio proporciona para os seus colaboradores.

Outro ponto relevante é perceber dos usuários o grau de satisfação sobre os atendimentos. Depois disso, avalie com cautela e parta para as negociações.

2. Troque o plano por um mais acessível

Se a cobertura do plano estiver muito alta e sem uso frequente, converse com sua operadora para verificar outros planos flexíveis para o orçamento da empresa. No entanto, ao entrar em consenso sobre mudar o convênio imediatamente após a decisão, preste atenção em alguns detalhes que podem prejudicar o estabelecimento e os funcionários.

Espere o término do contrato

Se o contrato com o atual plano de saúde mantiver em vigência, deixe concluir o período acordado para evitar multas. Ainda assim existem regras que definem a punição antes do tempo proposto.

Atente-se aos tratamentos dos colaboradores

A migração por um convênio econômico pode ser uma dor de cabeça se o empregado não for comunicado. Por exemplo, uma gestante que recebe tratamento específico naquele momento não deve passar por interrupção abrupta.

Neste caso, a empresa pode substituir por um plano inferior, porém o novo contratado deve oferecer uma cobertura equivalente à anterior para se afastar de futuras reclamações trabalhistas, já que a empresa poderá ser julgada sob pena de configuração de alteração lesiva do contrato.

Comunique a todos os funcionários

O empregado não pode adivinhar as decisões do empregador, desse modo, em reforço ao que foi dito no tópico anterior, afaste-se dos problemas judiciais. É aconselhável que os trabalhadores sejam notificados sobre a mudança de plano de saúde com prévia mínima de 60 dias.

Durante a reunião, esclareça os motivos levados pela troca para que eles tenham livre escolha de decisão sobre o convênio. Detalhe: parece simples, porém a falta de comunicação pode condenar o empresário ao pagamento sob danos morais.

3. Incentive a coparticipação

A coparticipação é um recurso promissor para ambas as partes: o funcionário recebe o benefício enquanto a PME e as operadoras têm custos reduzidos.

Este tipo de modalidade oferece ao empregado uma mensalidade acessível, em vista de que ele pagará um valor mensal baixo e contribuirá com uma taxa adicional toda vez que utilizar algum tipo de procedimento. Vale uma ressalva: a coparticipação é interessante quando o plano não é usado excessivamente.

4. Invista em programas preventivos

O papel de uma boa empresa é pensar no bem-estar físico e mental dos seus funcionários. De acordo com a pesquisa da Mercher Marsh Benefícios, 46% das empresas brasileiras têm adotado um plano de saúde mental para fugir dos problemas corriqueiros.

Pensando nisso, programas de qualidade ajudam a restringir os custos de planos de saúde empresarial, uma vez que a prevenção modera o usuário sobre agendamento das consultas para tratamentos duradouros.

Então, incentive soluções como:

  • Campanhas antitabagismo;
  • Entendimentos sobre DSTs;
  • Avaliações nutricionais;
  • Programas de vacinação realizados dentro da companhia;
  • Prática de atividades físicas;
  • Programa sociais contra a solidão e a depressão.

5. Troque a operadora

Como acontece com a procura de melhores planos de saúde, repense também sobre continuar com a operadora. Por isso, avalie as opções coerentes para a empresa e os seus colaboradores a fim de reduzir o valor do plano de saúde.

Neste momento, também é necessário considerar a carência do antigo plano, para que todos possam usufruir do atendimento médico durante a conversão.

6. Corte os benefícios não utilizados

Sabe a troca da carne de primeira linha por uma segunda na hora do almoço? É assim que as PMES podem entender sobre o custo-benefício de manter um plano de saúde de qualidade, ou seja, nem sempre é conveniente trocar de plano ou de operadora, e sim, de alguns recursos não obrigatórios. Por exemplo:

Nacional vs. regional

Analise se os colaboradores carecem de um plano com abrangência nacional. Esta categoria normalmente é válida para os que viajam a trabalho com frequência. Se esse não é o problema, converse com a operadora da sua empresa e sinalize a troca.

Apartamento vs. enfermaria

A acomodação em quartos coletivos ou individuais são válidos em situações de internação. Confira se a política da empresa necessita deste recurso, se não modifique por um plano de enfermaria composto por consultas e exames de rotina.

Leia também: O papel das empresas na saúde mental e física de funcionários

Como reduzir o valor do plano de saúde com a ajuda de uma corretora de seguros?

Já pensou em como reduzir custos de planos de saúde pode ser tratado o mais rápido possível e sem burocracia? Tenha certeza de que uma corretora de seguros é capaz de abrir a mente quando se trata de economia.

Com 20 anos de experiência na escolha e gestão de planos de saúde para pequenas e médias empresas, a Proativa oferece para a sua PME o que há de melhor no mercado de seguro saúde, tudo de maneira ágil e confiável.

Além de confiança e agilidade, ela é transparente ao fazer um estudo de mercado e sugerir qual o plano de saúde apropriado para você e seus colaboradores. Quer saber mais? Entre em contato com a Proativa agora mesmo!

Fale com a Proativa, o melhor custo-benefício para sua empresa:

proativa

 

Comentários

Este blog tem o orgulho de ter o apoio destas marcas:
Salvar