A Gestão de Saúde vai muito além do convênio médico empresarial. Modernizada, ela gera o bem-estar de todos e competitividade da empresa

A gestão de saúde é uma prática fundamental para que o RH promova a qualidade de vida e o bem-estar da população corporativa. Para além do cuidado primordial com a saúde das pessoas, esse tipo de programa de gestão aumenta a satisfação dos colaboradores, eleva a produtividade e cria mecanismos de atração e retenção de talentos no mercado.  

Quando realizada de forma assertiva, a gestão de saúde também cumpre um papel crucial no equilíbrio financeiro das empresas, já que os custos com o plano de saúde empresa podem alcançar até 35% da remuneração de um funcionário. Os reajustes desses planos são regulados pela Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) e obedecem critérios específicos. Por isso, é comum que os custos do convênio médico empresarial sejam superiores aos índices de inflação, o que acaba  transformando o benefício de saúde na segunda maior despesa corporativa depois da folha de pagamento

Ainda assim, o convênio médico empresarial é o benefício mais valorizado por 90% dos brasileiros. Diante deste cenário, as lideranças de RH sabem da importância que a gestão de saúde desempenha para cuidar e acolher as pessoas, engajar seus colaboradores, prevenir riscos de saúde, equilibrar o ambiente de trabalho e, consequentemente,  otimizar os recursos financeiros da empresa.

Como fazer a gestão de saúde em uma empresa?

As práticas de gestão de RH se transformaram em ritmo acelerado junto à evolução do mercado de trabalho. Se na década passada o setor acumulava questões administrativas, operacionais e burocráticas (como acontecia nos antigos Departamentos Pessoais), hoje o chamado RH 4.0 assume o protagonismo nas transformações digitais das empresas: seus gestores são os responsáveis por orquestrar as novas forças de trabalho frente às exigências atuais do mercado.

E a transformação digital do RH não precisa ser, de forma alguma, antagonista da humanização da empresa. Muito pelo contrário: um RH modernizado, munido de tecnologias capazes de simplificar processos e realizar análises preditivas de dados pode focar exclusivamente no cuidado com os ativos mais importantes de uma corporação, que são as pessoas. Este episódio do podcast Rádio Peão, da Revista Você S/A, traça um  panorama sobre essa tendência.

 

Por isso, a gestão de saúde foi repaginada para se tornar uma frente mais moderna e humanizada. Atualmente, ela envolve uma série de estratégias e processos que são executados por equipes multidisciplinares, capazes de executar tanto as demandas processuais internas da empresa quanto instaurar programas e frentes customizadas de cuidados, prevenção e promoção da saúde e elaborar e ações de acolhimento para a garantir bem-estar físico e psíquico dos colaboradores. 

Em linhas gerais, o desafio dos gestores de RH é implementar um sistema de gestão integrada de serviços de saúde eficiente, que seja capaz de absorver exigências operacionais e administrativas e, ao mesmo tempo, criar um programa interno de atenção e acompanhamento profissional da saúde corporativa. E para isso as lideranças precisam:

  • Controlar processos administrativos, como folhas de pagamentos, dados cadastrais, afastamentos, controle de apólices, entre outros.
  • Auditar fornecedores externos e internos.
  • Encontrar o melhor dimensionamento das coberturas do convênio médico empresarial e de outros benefícios para evitar desperdícios de recursos da empresa.
  • Acompanhar o mercado de benefícios e trabalhar em conjunto com uma boa corretora de seguros empresarial.
  • Analisar constantemente dados de saúde dos colaboradores para identificar perfis de risco, antecipar e mitigar danos e redimensionar recursos para atenuar pontos críticos.
  • Elaborar ações personalizadas de promoção de saúde seguindo a avaliação constante do perfil dos colaboradores da empresa.
  • Acompanhar casos complexos de perto, inclusive oferecendo acolhimento à família dos colaboradores.
  • Realizar campanhas de conscientização junto aos colaboradores para criar uma cultura de prevenção de riscos à saúde.
  • Elevar os indicadores de saúde e diminuir índices de afastamento através de melhorias do ambiente de trabalho e da salubridade física e mental na empresa.

Para elaborar e cumprir um programa assertivo de gestão de saúde, é recomendável que os líderes de RH estejam habituados às novas metodologias de gestão focadas em dados, no uso de ferramentas analíticas, BI e até da inteligência artificial. 

Quanto maior for a acurácia dos dados, maiores são as chances de identificar antecipadamente os riscos à saúde corporativa para preveni-los e evitar adoecimentos, afastamentos e os consequentes gastos elevados com seus tratamentos.

Os resultados da gestão de saúde na empresa

A implementação do programa de gestão de saúde traz uma série de benefícios de curto, médio e longo prazo para a empresa e para seus colaboradores.

Ganhos para empresa:

  • Otimização dos recursos financeiros.
  • Competitividade na atração de talentos.
  • Diminuição das taxas de turnover.
  • Redução de afastamentos.
  • Aumento da produtividade e engajamento dos colaboradores. 

Ganhos para as pessoas:

  • Acesso aos benefícios do plano de saúde para empresa
  • Diminuição do estresse físico e mental.
  • Ambiente de trabalho equilibrado.
  • Satisfação e motivação.
  • Bem-estar e qualidade de vida.

Ferramentas e soluções para a gestão de saúde nas empresas

A MDS Brasil, referência global em seguros, resseguros e consultoria de riscos, é uma das principais corretoras de seguros do país e também auxilia as empresas a realizarem sua Gestão de Benefícios e Gestão de Saúde, com a expertise de equipes multidisciplinares e tecnologias de ponta para assessorar os RHs nesta missão.

A Gestão Integrada de Saúde da MDS Brasil oferece uma análise personalizada do quadro atual e do perfil de saúde da empresa para, então, propor ações customizadas e implementar as ferramentas necessárias para a automatizar processos, desenhar programas de saúde e melhorar as estratégias de promoção e proteção à saúde corporativa, de mitigação de riscos e de otimização de recursos.

Com uma assessoria completa, formada por especialistas em gestão e em cuidados de saúde, a MDS Brasil detecta pontos vulneráveis e aplica melhorias imediatas nas rotinas administrativas e na promoção da saúde. Nosso programa de Gestão de Saúde também está munido de ferramentas de BI e análises preditivas para que os gestores possam focar exclusivamente em suas estratégias de cuidados e de bem-estar da saúde corporativa.

Este post é uma iniciativa da MDS Brasil com foco em transformar riscos em oportunidades de crescimento. 

Comentários

Este blog tem o orgulho de ter o apoio destas marcas:
Salvar