Você sabe por que o plano de saúde para CNPJ está em crescimento? Mostramos as razões para você implementar na sua pequena ou média empresa

Atualmente ter um plano de saúde empresarial não é mais um aperto como anos atrás. A ANS (Agência Nacional de Saúde Suplementar) prevê diversas vantagens para o conforto e bem-estar dos seus beneficiários. Uma delas é a realização da contratação de um plano de saúde para CNPJ que consiste em um custo mais barato.

Não somente para empresas de pequeno e médio porte, o MEI (Microempreendedor Individual) é outra categoria privilegiada, mas para isso, é indispensável o cadastro como CNPJ, como citamos anteriormente.

Sendo assim, vamos mostrar para vocês neste artigo as razões para contratar um plano de saúde para CNPJ e os principais critérios para realizar o procedimento.

Por que contratar um plano de saúde para CNPJ?

Na hora de buscar um plano de saúde que atenda as necessidades dos usuários, a primeira atitude é descobrir os valores mais acessíveis entre os concorrentes no mercado. A possibilidade de contratar um plano de saúde para CNPJ prevê desconto de 35% até 50% comparado aos planos individuais, encarecidos em razão da exclusividade. No entanto, é obrigatório dois requisitos fundamentais: a permanência de no mínimo duas pessoas para a operadora aceitar a proposta, e um CNPJ ativo na Receita Federal.

Por essa razão, aumentou o número de microempreendedores individuais no Brasil. Conforme os dados do Ministério da Economia, o país já ultrapassou a faixa de 10 milhões de inscritos desde o surgimento em 2010.

Desse modo, vamos explicar quais são as vantagens para possuir a categoria de MEI.

Leia também: Será que posso colocar minha mãe no plano de saúde da empresa?

O que é necessário para ter um plano de saúde MEI?

Se você começou a refletir sobre a ideia de possuir um plano de saúde para CNPJ como MEI, leve em consideração os requisitos abaixo:

  • O Microempreendedor Individual deve ter um CNPJ MEI com empresa ativa no mínimo há 6 meses;
  • Inscrição no Órgão Competente, ou seja, vai precisar do NIRE;
  • Registro Ativo na Receita Federal ou documentos exigidos pela Lei;
  • Existe a necessidade de ter um dependente no plano de saúde, mas o titular deve usar o plano de saúde e não apenas nome para o uso dos demais;
  • O empresário deve comprovar a origem de cada beneficiário com as documentações exigidas, pois a operadora tem o poder de rescindir o contrato quando quiser. Neste caso, o convênio avisa aos contratantes o término dos serviços com até 60 dias de antecedência.

Quem pode fazer parte do plano de saúde para CNPJ?

Não são apenas os titulares e seus empregados aceitos pelas operadoras para usar o plano de saúde para CNPJ. Nesta lista estão disponíveis sócios de empresa, cônjuge e filhos titulares, e, em alguns casos, irmão, mãe, sogros, neto, etc.

2 pontos para levar consideração antes de fechar um plano de saúde para CNPJ

Cobertura do plano de saúde

Além dos custos mais baratos, os cadastrados com CNPJ podem usufruir de serviços disponíveis pela operadora, por exemplo, acomodações em quarto privativo (se estiver no pacote); rede credenciada com profissionais qualificados; laboratórios, hospitais e clínicas de alta performance, entre outras vantagens.

Carência

A carência é o prazo quando começa a contar a disponibilidade do uso dos serviços oferecidos pelo plano de saúde. Logo, a carência no plano de saúde para CNPJ com igual ou mais de 30 funcionários não precisam cumprir o período previsto, mas para isso, deve-se aderir ao plano em até 30 dias da assinatura do contrato.

Em caso de ingresso com menos de 30 participantes, a operadora pode exigir o cumprimento de carência. No entanto, pode haver negociação com o convênio e a empresa contratante para regularizar o tempo previsto.

Nas pequenas e médias empresas, o funcionário tem o direito de conversar com o setor de Recursos Humanos para esclarecer as dúvidas e assim, dar andamento ao processo de assinatura do documento quando a empresa contratante fechar o pacote com a operadora do plano de saúde.

Neste vídeo o empreendedor Bruno Nascimento explica a importância de ter um plano de saúde para CNPJ. Confira:

 

Como contratar o plano de saúde para CNPJ?

Agora que você já sabe porque o plano de saúde para CNPJ pode ser importante para os seus negócios e está pensando em realizar a contratação, mas não sabe qual plano de saúde escolher, nós sugerimos a você conversar com uma corretora de seguros para auxiliá-lo neste processo.

Sendo assim, a Proativa é a nossa dica! Corretora com 20 anos de experiência, ela conta com uma equipe altamente personalizada para oferecer os melhores resultados para seus beneficiados. Não é à toa que ela já alavancou mais de 3000 clientes com 10 grandes operadoras do mercado.

Então, curtiu a ideia? Fale com a Proativa agora mesmo, não perca tempo de implementar a saúde para a sua equipe.

Desde já, obrigada pela leitura!

Fale com a Proativa, o melhor custo-benefício para sua empresa:

proativa

 

.

 

 

Comentários

Este blog tem o orgulho de ter o apoio destas marcas:
Salvar