Entenda como as empresas digitais estão se moldando ao cenário provocado pela Covid-19, conheça os benefícios e as oportunidades do setor

De acordo com um estudo do Economist Intelligence Unit, a estimativa é de que a economia brasileira sofra uma retração de 5,5% em 2020 devido à crise causada pela pandemia do coronavírus. Há quem considere esse cenário um grande obstáculo, mas há também quem o encare como uma oportunidade de crescimento, como é o caso de muitas empresas digitais no Brasil.

“O mundo detesta mudanças e, no entanto, é a única coisa que traz progresso” Charles F. Kettering

Ou seja, para sobreviver, boa parte das maiores empresas digitais do mundo e do Brasil adotou essa postura voltada para o mindset de crescimento.

É claro que todas elas já enfrentaram desafios que pareciam intransponíveis em suas trajetórias. Afinal, de tempos em tempos, o mundo é afetado por crises importantes, como a ocorrida em 2009.

No entanto, todas as empresas digitais de sucesso não se deixaram abater e, logo, utilizando a inovação, a criatividade e a tecnologia, criaram soluções originais para as necessidades e problemas das pessoas.

Nesse sentido, vale ressaltar que não estamos falando sobre adotar uma postura ingênua sobre a situação, até porque os desafios que as empresas digitais enfrentam são inegáveis.

Porém, com planejamento e foco, é possível vivenciar essa jornada com assertividade e leveza. Até porque, de acordo com estudo do Google e do Boston Consulting Group, empresas com maturidade digital que fazem uso de dados, por exemplo, têm mais lucro e também gastam menos.

Empresas digitais

Crédito: Think With Google

Ouça o podcast com Alan Rodrigues, da Phidata, que aborda a importância dos dados para o negócio:


Para saber como prosperar em um cenário incerto, continue lendo e conheça exemplos de empresas digitais de sucesso.

Construindo empresas digitais: preciso investir muito para começar?

O assunto “construindo empresas digitais” está constantemente em pauta. Afinal, os empreendedores querem entender como se lançar nessa modalidade de negócio.

Nesse contexto, a primeira boa notícia é: você não precisa investir muito para abrir uma empresa digital, como mostram as palavras de Edilson Osorio Junior, fundador do Daruni Healthcare, um portal de e-commerce destinado para a terceira idade.

“Hoje em dia é possível abrir uma empresa digital sem gastar quase nada. Falo isso por experiência própria”

Essa afirmação se faz ainda mais verdadeira se considerarmos a discrepância de gastos entre abrir uma loja física. Afinal, essa jornada pode ser iniciada em casa mesmo. Logo, não é preciso gastar com aluguel ou para manter uma equipe grande.

Construindo empresas digitais: dicas para começar com o pé direito

Confira agora algumas dicas valiosas para começar a empreender digitalmente.

1. Adquira conhecimento

Não basta ter boa vontade para iniciar um negócio, ter conhecimento também é fundamental. Dessa forma, é essencial se profissionalizar como empreendedor. Para isso, há diversos e acessíveis cursos do SEBRAE, além da Internet estar repleta de conteúdo rico sobre o setor.

Desse modo, você conseguirá ter uma visão de mercado e, assim, estará apto para estudar a concorrência, seu público-alvo e seus produtos. Assim, terá mais chances de criar soluções diferenciadas.

2. Administre sua insegurança

Em meio a um cenário de crise, é comum que o empreendedor iniciante fique inseguro sobre a sua futura atuação digital. Trata-se de um sentimento natural. Contudo, é essencial não se apegar a ele.

Para tanto, é importante realizar um planejamento estratégico sobre o seu negócio. Uma boa dica nesse sentido é: leia entrevistas de empreendedores digitais de sucesso, cases das maiores empresas digitais do mundo e assista a palestras de profissionais do segmento.

3. Esteja cercado de bons profissionais

Tanto para quem deseja começar do zero, sozinho, como para quem deseja criar uma empresa da maior porte, é vital se cercar de bons profissionais. Isso porque, mesmo para quem está trabalhando individualmente, é extremamente importante ter conhecimento sobre ações de marketing e de vendas, por exemplo.

Já para o empreendedor que pretende dar passos mais largos, contar com uma equipe multidisciplinar de marketing, vendas e com outros colaboradores estratégicos fará toda a diferença para o seu negócio.

Veja, abaixo, os passos para uma liderança bem-sucedida:

Liderança em empresas digitais

4. Adote a tecnologia como aliada

Para se dar bem digitalmente, é primordial que o seu negócio seja bem-estruturado tecnologicamente. Para tanto, também não há a necessidade de investir muito, inicialmente. Isso porque, atualmente, não é preciso contar com uma infraestrutura instalada dentro de sua companhia em sua fase inicial. Além disso, há várias ferramentas gratuitas na internet.

Por outro lado, se você deseja garantir que seus serviços sejam de qualidade e, também, assegurar a segurança, contar com sistemas que valorizem essa questão, como uma boa plataformas de pagamento e soluções de reconhecimento facial, é uma prática inteligente.

Confira também: Os passos para lidar com os desafios da transformação digital

Benefícios do empreendedorismo digital

Conheça, agora, alguns benefícios de ter uma empresa digital no Brasil:

  • grande alcance: já que, na Internet, é possível atingir um número muito maior de pessoas do que em um negócio físico;
  • lucro: pois, no geral, o investimento inicial é baixo. Logo, é possível aplicar seus recursos no que realmente importa;
  • qualidade de vida: já que empreender digitalmente possibilita que você flexibilize seus horários e que também trabalhe em regime home office, não perdendo tempo em se deslocar para um ambiente físico.

Confira também: Como desenvolver inteligência emocional no trabalho remoto

Banner Digicast

Cases de sucesso de empresas digitais para você se inspirar

Confira, agora, alguns exemplos de empresas digitais de sucesso.

1. Magazine Luiza

O Magazine Luiza se valorizou mais de 1000% em quatro anos. Uma das estratégias que mais contribuíram para esse crescimento foi o investimento em tecnologia.

Para isso, aplicou recursos em desenvolvimento de aplicativos, em comunicação, marketing, no atendimento ao cliente, sem falar na criação da incrível personagem Lu, que é um verdadeiro sucesso nas redes sociais.

2. Uber

Com uma trajetória marcada pela disrupção desde o seu início, a Uber democratizou o acesso aos transportes, combinando bons preços, possibilidades de compartilhamento de corridas e agilidade.

Hoje, a empresa continua a se reinventar, pois está apostando em outros veículos, como em bicicletas e patinetes elétricos, pois, sua pesquisa de mercado mostrou que os clientes que utilizam bicicletas e scooters contratam 10% menos por meio do aplicativo.

A visão sobre o futuro para a Uber está totalmente baseada no uso da tecnologia.  Por isso, a companhia está investimento bastante nesse setor.

3. Banco Digio

O Banco Digio é uma plataforma de serviços financeiros que faz parte do Grupo Elopar, holding que é controlada pelo Bradesco e Banco do Brasil.

Com oferta de descontos, cashback, seguro, empréstimo e muitas outras coisas, o Digio está próximo de ter 1 milhão de usuários, que apoiam e co-criam o futuro da plataforma

No entanto, a plataforma enfrentou um grande desafio: o de proporcionar segurança para seus usuários, afinal, a concessão de crédito oferecida por essa plataforma é 100% digital.

Assim, para evitar fraudes, acionou os serviços da Acesso Digital que, por meio de sua solução de biometria facial, o Acesso Bio, ajudou que a empresa evitasse meio milhão de perdas por mês.

De acordo com a área de crédito responsável pelo projeto, a escolha foi certeira:

“Com a implementação da biometria, conseguimos realizar um retorno ágil e de qualidade para o cliente, com a certeza de que ele é quem diz ser”

4. Dasa

Com mais de 70 anos de história, a Dasa é, hoje, a quinta maior do mundo no segmento de saúde. No entanto, esse sucesso não aconteceu por acaso. Afinal, a companhia abraçou a transformação digital para oferecer serviços de qualidade.

A empresa enfrentou um desafio em seu Departamento Pessoal. Acreditava que o setor era burocrático, gerava papel em excesso e também não gostava de pedir que os candidatos fossem até a empresa para entregar seus documentos.

Assim, buscou os serviços da Acesso Digital que, por meio do Acesso RH, eliminou o papel e as idas e vindas do candidato. Além disso, o recurso facilitou o processo de gestão de documentos e todos da empresa estão bastante satisfeitos com a efetividade do sistema.

Este artigo foi escrito pela equipe da Acesso Digital, empresa especializada em soluções de reconhecimento facial para auxiliar na autenticação e validação de identidades, além de sistema de admissão digital para organizações que desejam implantar um processo de contratação mais rápido e desburocratizado. Entre em contato para saber qual a solução mais alinhada com seu negócio.

No sexto episódio do Digicast, batemos um papo com Guilherme Valgas, diretor de growth, da Acesso Digital sobre os desafios da transformação digital. Confira:

Comentários

Este blog tem o orgulho de ter o apoio destas marcas:
Salvar