SEO para restaurantes não é uma tarefa complicada. É, na realidade, uma boa forma de manter um posicionamento na internet. Veja essas dicas!

Normalmente, o SEO para restaurantes não é uma das principais preocupações de gestores ou empreendedores da área. Eles estão mais preocupados com a inflação dos alimentos, renda da população, margem de lucro e outros fatores que têm um impacto mais direto na lucratividade do empreendimento.

No entanto, é vital ter em mente que, sem um bom posicionamento na Internet, o restaurante ficará vulnerável.

Aliás, não só vulnerável, mas hiper dependente de aplicativos como o Rappi Delivery, que contam com algum destaque online e têm um público cativo já.

Sem ter um bom posicionamento de SEO para restaurantes, o empreendimento não conseguirá ser encontrado na Internet, o que reduz tanto as suas vendas via delivery, como as presenciais.

Afinal de contas, muitas pessoas (turistas inclusos) fazem buscas por restaurantes no Google antes de escolher um local para comer.

Quer saber como melhorar o seu SEO para restaurantes? Então veja algumas dicas essenciais abaixo!

4 dicas essenciais de SEO para restaurantes

1. Entenda o que são micro-momentos

O Google apresentou ao público, há alguns anos, algo chamado micro-momentos. Eles identificaram esse padrão de comportamento dos consumidores e apresentaram aos empreendedores para que eles possam usar esse conhecimento para se posicionar adequadamente na Internet.

Micro-momentos são jornadas de compra completas feitas em poucos segundos. Por exemplo, imagine uma pessoa que está no horário de almoço e quer comer comida japonesa.

Essa pessoa provavelmente pesquisa por um “restaurante japonês perto de mim”, vê qual é o mais próximo e decide ir lá ou não. Isso é feito em poucos segundos, talvez 1 minuto ou 2 no máximo. Por isso esse nome.

Em certos segmentos, como o de alimentação, os micro-momentos são vitais para garantir o sucesso dos restaurantes na Internet.

Nesse caso, no entanto, é importante organizar sua estratégia para estar em destaque nos resultados do Google justamente nos momentos em que os usuários fazem essas pesquisas.

2. Invista em criar autoridade

Para melhorar o seu SEO, além de fazer ajustes no seu site, é essencial investir em criar autoridade online. Na prática, isso significa dois pontos importantes: ser reconhecido e ganhar links de outros sites.

O Google usa 200 fatores diferentes para definir quem aparecerá em cada lugar no resultado de pesquisas. Dentre esses fatores, alguns têm maior peso e outros têm menor. Além disso, esses fatores são agrupados em diferentes categorias, como Conteúdo (que avalia o conteúdo em si), Otimização da página (que mede o desempenho do seu site) e Autoridade (que mede o quão confiável é você).

Nesse caso, é importante investir muito na sua construção de autoridade, pois essa é uma das métricas mais importantes para o posicionamento no Google. Você pode fazer isso de algumas formas:

  • invista em assessoria de imprensa, para aparecer com destaque em jornais e revistas locais. Isso faz o Google entender que sua empresa é relevante;
  • invista em linkbuilding. Isso fará você ganhar links de qualidade de sites diferentes e será mais achado no Google por causa disso.

3. Otimize o Google Meu Negócio

Faça um teste: pesquise agora mesmo por “pizzaria perto de mim”. Veja o que aparecerá no Google.

Provavelmente um mapa da sua cidade com 3 locais próximos que são classificados como pizzaria, correto? Abaixo disso aparecem outros resultados de artigos ou conteúdos que configuram nessa pesquisa.

Isso mostra o quão importante é o Google Meu Negócio para tomada de decisões de compra local. Ou seja: se a pessoa precisa fazer uma compra agora, em um ambiente local e não pela Internet, o Meu Negócio é um dos principais influenciadores dessa decisão.

Por isso, é importante que a sua página no Google Meu Negócio esteja otimizada, com todos os campos preenchidos, com comentários respondidos e que ela seja movimentada. Isso colocará a sua empresa aparecendo com destaque sempre que uma pesquisa dessas for feita.

4. Aplicativos também têm SEO

Por fim, mesmo que você trabalhe na Internet apenas com aplicativos de entrega, como o Rappi Delivery, precisará também usar SEO para se posicionar adequadamente e conseguir fechar mais negócios.

Isso porque os aplicativos também têm motores de busca internos e, portanto, podem ser otimizados para isso. Nesse caso, o SEO para delivery funciona com duas métricas principais:

  • tempo de preparo do prato;
  • avaliação dos usuários.

Ou seja: você precisa produzir rapidamente e com qualidade para ganhar avaliações positivas dos seus consumidores. Isso fará seus pratos e restaurante serem mais compartilhados e indicados pelos aplicativos de delivery.

Pronto! Essas são algumas das dicas essenciais de SEO para restaurantes que você precisa ter em mente. Lembre-se de otimizar a sua presença digital em todos os buscadores possíveis, usando técnicas específicas para cada um e, principalmente, direcionando o usuário para algum lugar, seja comprar no seu estabelecimento, seja pedir por delivery ou algum outro ponto de venda.

E aí, gostou do conteúdo? Então comente abaixo com a sua opinião sobre ele!

Comentários

Este blog tem o orgulho de ter o apoio destas marcas:
Salvar