Termos conhecidos entre os hackers foram adaptados para as regras de SEO; veja como funcionam Nos antigos filmes de faroeste, a cor dos chapéus dos cowboys marcava quem era mocinho e quem era bandido na história. Os heróis usavam os chapéus brancos, enquanto os vilões usavam preto. Curiosamente, essa regrinha foi importada para o marketing

Termos conhecidos entre os hackers foram adaptados para as regras de SEO; veja como funcionam

Nos antigos filmes de faroeste, a cor dos chapéus dos cowboys marcava quem era mocinho e quem era bandido na história. Os heróis usavam os chapéus brancos, enquanto os vilões usavam preto. Curiosamente, essa regrinha foi importada para o marketing digital, incluindo o uso de SEO.

Entender o que são white, black e até gray hat ajuda a fazer campanhas mais inteligentes e éticas — afinal, os algoritmos também conseguem entender quem é mocinho e quem é vilão no marketing. Entenda como funciona:

O que é white hat?

Um site white hat é aquele que anda dentro da lei, ou seja, segue as normas de SEO sem burlá-las para conseguir mais audiência e engajamento. Veja algumas regras de white hat:

  • palavras-chave: deve aparecer durante todo o texto, mas de maneira orgânica. Os principais locais para se colocar a palavra-chave são o primeiro ou segundo parágrafo, um intertítulo e a conclusão ou CTA;
  • estrutura: um conteúdo de duas mil palavras pode ser difícil de ler se parecer um bloco infinito de texto. Por isso, divida seu conteúdo em pequenos trechos para facilitar a leitura. Use H2, H3 e H4, além de parágrafos com quatro a cinco linhas;
  • guest post: escrever no site de outras pessoas traz credibilidade ao seu negócio. Além disso, você coloca o link do seu site e atrai novos seguidores;
  • relevância: de nada adianta se preocupar com a estrutura se o seu conteúdo for fraco. Faça o possível para responder às dúvidas que o usuário deseja esclarecer sobre um determinado assunto. É importante que os temas tenham a ver com seu segmento de atuação.

White hat tem desvantagens?

A grande desvantagem do white hat é que provavelmente ele vai demorar mais para apresentar resultados. No entanto, é uma estratégia de longo prazo: ajuda a sua empresa a ganhar credibilidade com o passar do tempo e a constância nas publicações.

E o que é black hat?

Já o black hat é o uso das normas de SEO de maneira forçada, apenas para que o site apareça nos motores de busca com mais facilidade, mas sem responder àquilo que está no título.

Um dos exemplos mais famosos é o uso da palavra-chave de maneira forçada. Por exemplo: você está lendo este texto sobre black hat apenas para descobrir o que é black hat, mas só encontra o termo “black hat” repetido à exaustão.

Outro exemplo muito comum é o da propaganda enganosa. Outro exemplo: você entra neste texto para descobrir o que são white, black e gray hat, mas entra em uma landing page de um curso de marketing digital.

Black hat é realmente vilão?

Black hat não é algo ilegal, exceto quando implica hackear dados de um usuário ou outro crime semelhante. No entanto, não seguir as diretrizes do Google ou forçar para que seu site apareça no topo das buscas pode prejudicar a imagem da sua empresa perante o potencial cliente.

Se sua empresa só utiliza palavras-chave para chamar público, mas não responde ao que o usuário pesquisava, ele vai deixar de visitar o seu site. Além disso, o próprio Google vai deixando seu conteúdo fora dos principais resultados.

Parece bobagem, mas um site pode perder sua receita se deixar de aparecer entre os resultados orgânicos.

Por fim, o que é gray hat?

Curiosamente, não há uma definição precisa sobre o que é gray hat. Alguns textos consideram a mistura entre white e black hat, enquanto outros afirmam que é exatamente o oposto.

No geral, o gray hat é a prática que não está entre as regras de SEO, mas que não deve levar sua página a ser penalizada.

Comentários

Salvar