Entenda de uma vez o que é CVV, por que ele existe e aprenda algumas dicas essenciais de segurança para garantir que ele fique resguardado

Se você já utilizou o cartão de crédito para realizar compras online, pelo menos uma vez, com certeza sabe o que é CVV, certo? Esse código com três dígitos funciona como uma verificação de segurança, ficando gravado no verso do plástico. E, mesmo que ele seja muito conhecido, poucas pessoas conhecem o real motivo dessa combinação numérica.

Mas, o que significa CVV? É a sigla em inglês para Card Verification Value, ou seja, um verificador do cartão. Contudo, certas operadoras modificam a forma como ele é descrito, tal como a American Express, que chama de CID (Card ID ou Identificador de Cartão).

Conta pra gente: você já pesquisou mais sobre esse assunto? Não? Tudo bem! No artigo de hoje, vamos mostrar o que é este código de segurança, como funciona e por que ele existe. Vamos lá!

Por que é importante saber o que é CVV?

Segundo a Serasa Experian, só em maio de 2022, mais de 331 mil brasileiros foram vítimas de alguma tentativa (ou sucesso) de fraude no país. Isto é, a cada 8 segundos, uma pessoa tenta aplicar um golpe no Brasil, um dos países que mais sofrem com fraudes no mundo.

Separando por regiões, o estudo da Serasa constatou que a maior parte das tentativas de fraude aconteceram no Sudeste, com 52,1%. Em seguida, vem o Nordeste com 17,3%, o Sul com 16,6%, o Centro-Oeste com 8,9% e, por fim, o Norte com 6,1%.

Portanto, é essencial saber o que é CVV, lembrando que esse código não fica armazenado em nenhum banco de dados. Assim, você tem mais segurança ao realizar transações online, já que quem está realizando aquela compra precisa estar com o cartão em mãos.

Além disso, as novas regras implementadas na LGPD (Lei Geral de Proteção de Dados) aumentam a segurança. Essa legislação determina que o consumidor deve autorizar o compartilhamento de dados com as empresas, o que não acontecia antigamente.

Para que serve o CVV? 

Diferente das compras nas lojas físicas em que se coloca a senha, quando você precisa realizar alguma transação online, é o CVV que funciona como uma espécie de “senha”. Em outras palavras, é um código de autenticação que autoriza uma compra com segurança.

O código, composto por três ou quatro dígitos, é gerado por um cálculo feito com algoritmos retirados das chaves criptográficas do cartão, como número e a data de vencimento. Isso faz com que o código do seu cartão seja totalmente seguro, exclusivo e único.

E é por meio dele que as empresas de e-commerce confirmam sua compra pelas plataformas digitais. Após você informar esses números, as lojas virtuais confirmam junto ao banco a veracidade desses dados e, assim, a compra é aprovada. 

Em paralelo, o modo de impressão também garante total segurança para o cliente, já que:

  • só está presente no cartão físico (ou o app gera na hora para cartões virtuais);
  • é impresso normalmente no verso, sem relevos, não podendo ser escaneado ou decalcado para “raspar”, como alguns clientes preferem fazer;
  • há quem prefira colar uma fita fina bem acima do número e retirá-la quando precisar do código;
  • o código não é mostrado em notas fiscais ou comprovantes de pagamento.

Onde fica o CVV do cartão?

Em bandeiras como Visa, Discover e American Express, o código de segurança é composto por três dígitos e fica no verso, logo após o número do cartão. Mas, em outras empresas, o CVV pode ter quatro dígitos, ficando na parte da frente e no canto direito.

6 dicas extras de segurança

Mesmo que o código de segurança do cartão seja um método super seguro de realizar compras via internet, é fundamental redobrar a atenção. Isso vale tanto para efetuar uma compra online, quanto para as feitas em lojas físicas. Por isso, dê uma olhada nessas dicas!

  • Confira todos os endereços dos sites que você for acessar e cadastrar seu cartão. Sempre confira se a URL começa com “https” e se a página tem um cadeado ao lado do link de acesso, pois isso confirma que é um site revisado e seguro.
  • Caso seja sua primeira compra em um site, pesquise as avaliações de usuários. Por exemplo, veja opiniões no Reclame Aqui, em redes sociais ou até com amigos e familiares que já tenham adquirido algum produto neste e-commerce.
  • Sempre opte por utilizar cartões virtuais, caso seu banco forneça. Com eles, o CVV para compras muda a todo momento e deve ser acessado apenas pelo seu aplicativo do banco.
  • Evite realizar pagamentos em lojas físicas em que seu cartão precise ficar longe de você. Afinal, isso pode abrir margem para golpes.
  • Sempre acompanhe seu extrato e verifique cada compra se for preciso, até as que são de menor valor.
  • Em caso de perda de carteira ou bolsa, acesse o aplicativo na hora em que der falta do seu cartão e peça o bloqueio. Em seguida, faça o boletim de ocorrência e peça um novo cartão para o banco.

CVV é sinônimo de segurança e praticidade 

Deu para entender o que é o CVV e qual sua importância? De fato, ele é funcional e seguro, tanto para usuário, quanto para a empresa. E, para finalizar, vamos recapitular o que foi abordado no artigo de hoje:

  • explicamos o que significa CVV;
  • mostramos onde fica o código de segurança do cartão;
  • falamos sobre a importância de manter seu cartão seguro;
  • contextualizamos o mercado brasileiro e como o código de segurança faz a diferença ao evitar fraudes;
  • pontuamos dicas extras para utilizar o cartão nas lojas virtuais e físicas.

Agora ficou fácil entender a grande importância que alguns dígitos têm para você, certo? Para complementar, separamos um conteúdo especial para conferir as funcionalidades do cartão e, de quebra, verificar qual é o produto que seria aprovado para você. Confira: qual o melhor cartão de crédito para ser aprovado pela internet? Opções para 2022

Comentários

Salvar