No mercado financeiro existem maneiras de investir o dinheiro para além da poupança, muitas vezes as aplicações são indicadas pelas próprias instituições financeiras. É o caso dos títulos de capitalização, uma modalidade de aporte financeiro oferecida pelos bancos. Mas, antes de investir é necessário questionar, o que é título de capitalização? Apesar de ser uma

No mercado financeiro existem maneiras de investir o dinheiro para além da poupança, muitas vezes as aplicações são indicadas pelas próprias instituições financeiras. É o caso dos títulos de capitalização, uma modalidade de aporte financeiro oferecida pelos bancos. Mas, antes de investir é necessário questionar, o que é título de capitalização?

Apesar de ser uma aplicação financeira oferecida e controlada pelo banco, existem algumas ressalvas antes de contratar esse tipo de serviço. A administração do capital é programada pelo banco e durante um prazo o cliente pode receber prêmios em dinheiro. 

Vantajoso, não? Mas antes de concluir o raciocínio é preciso entender realmente o que é o título de capitalização, como funciona e se vale a pena investir. Conte com esse artigo para tirar suas dúvidas.

O que é título de capitalização? 

Os títulos de capitalização são uma espécie de ‘’poupança programada’’ oferecida pelos bancos a fim de incentivar os clientes a aplicar o dinheiro e obter lucros sobre. Essa aplicação é programada – conforme os tipos de contrato – e dá ao cliente o direito de participar de sorteios e prêmios de valores altos em dinheiro.

Ao final do prazo do contrato o cliente pode fazer o resgate do dinheiro aplicado com uma pequena correção. Os títulos são regularizados pela Susep (Superintendência de Seguros Privados, ligada ao Ministério da Fazenda) e geralmente são adquiridos por indivíduos que querem forçar o hábito de economizar dinheiro. 

Além disso, a taxa de rentabilidade é atrelada à Taxa Referencial, uma taxa de juros referência para outras taxas do setor econômico.  

Dica de leitura para quem deseja saber mais sobre finanças pessoais e como economizar dinheiro: Dicas para finanças pessoais: técnicas e ferramentas para começar agora!

Como funcionam os títulos de capitalização?

Agora que foi explicado o que é título de capitalização, prosseguimos em relatar como funciona essa forma de ‘’poupança programada’’ dos bancos. Na prática, o título de capitalização funciona como um planejamento de aporte financeiro pela compra de direitos a sorteios bancários. 

Vamos entender a forma de pagamento desses títulos:

  • Pagamento Único (PU): depósito do valor integral em apenas uma vez
  • Pagamento Mensal (PM): programação de um valor mensal pré definido direto da conta do cliente
  • Pagamento Periódico (PP): o cliente escolhe a periodicidade de pagamento detalhado no contrato

É importante ressaltar que ao contratar esse serviços alguns custos estão incluídos, como as despesas de administração e o custo dos sorteios. Nesse sentido, não é todo dinheiro investido que tem rentabilidade, na verdade, apenas uma pequena parte – cota de capitalização – que obtém rentabilidade. 

Como visto, a rentabilidade está atrelada à Taxa Referencial, que está praticamente em valor zero e uma taxa de juros definida na contratação do serviço. Isso reforça que, ao final das contas, o valor aplicado quase não gera lucratividade.

Os sorteios valem apenas para o período de vigência do contrato, então, idealmente para o cliente obter uma rentabilidade efetiva ele deve ser contemplado com os prêmios em dinheiro. Caso não aconteça, o rendimento será abaixo do que comparado a outros tipos de investimento

Tipos de título de capitalização 

Além de saber o que é título de capitalização e como funciona, antes de sabermos se vale a pena, é preciso conhecer os tipos de títulos disponibilizados conforme perfil do cliente.  

  • Tradicional: o resgate integral do valor aplicado só poderá ser feito depois do prazo de vigência, caso seja realizado antes, será resgatado um valor menor do total programado;
  • Popular: tem a prioridade nos prêmios do sorteio, a cada mês de vigência do título, é realizado um sorteio;
  • Compra programada: nessa modalidade o consumidor pode escolher se o prêmio resgatado será a quantia em dinheiro aplicada ou algum serviço;
  • Incentivo: título de incentivo é realizado pelas instituições bancárias a partir de um evento promocional, tendo como regra a regularização dos pagamentos para participar dos sorteios.

Vale a pena aplicar?

Após todas as informações dos títulos de capitalização, como funcionam e o que são, vamos para a prática se vale ou não vale a pena o investimento. Via de regra, não é possível afirmar se está correto ou não a aplicação em títulos de capitalização pois cada investidor deve avaliar seu planejamento financeiro

Entretanto, ao observar algumas considerações podemos observar que o título de capitalização não é uma boa aplicação para o capital. Vejamos alguns motivos para refletir:

Título de capitalização NÃO é um tipo de investimento 

Um dos mitos sobre os títulos de capitalização está relacionado a ser um tipo de investimento, mas para ser considerado investimento precisa obter uma rentabilidade acima da inflação. O que na maioria dos casos não acontece, mesmo com os resgates o cliente ainda pode perder o poder de compra. 

Além disso, o título de capitalização não é indicado para quem deseja ganhar dinheiro, isso apenas acontece caso seja contemplado no sorteio, caso não seja, apenas recebe parte do aplicado.

Possui baixo rendimento e pouca liquidez

O rendimento está atrelado a taxas que estão em baixa no momento e além de tudo, parte do valor aplicado é destinado para taxas administrativas do banco e outra vai para os sorteios e prêmios. Portanto, mesmo com o resgate final a taxa de rentabilidade é tão baixa que em muitos casos, o cliente  perde o capital. 

Em linhas gerais o rendimento é menor que o da poupança (já considerado baixo) e ainda impacta a liquidez já que caso o capital seja retirado antes do prazo de carência é cobrado multas e taxas à parte. Ou seja, já que a liquidez está atrelada à facilidade de resgate do dinheiro, os títulos de capitalização não possuem boa liquidez pelas dificuldades atreladas a esse processo. 

Há outras opções mais vantajosas

O mercado financeiro é amplo e possui diversas formas de investir capital e obter uma renda extra através do setor econômico. Opções como, CDBs, LCIs, LCAs, tesouro direto e outras opções para começar a investir de maneira eficaz.

Portanto, é importante que o investidor, iniciante ou não, saiba utilizar das capitalizações simples e composta a fim de fazer os juros do mercado favorecerem os investimentos. A capitalização simples é baseada no capital inicial crescendo de forma linear. De outra forma, a composta tem acréscimos dos juros compostos acumulados. 

Resumidamente, usar os cálculos de juros compostos em cima do capital investido é uma forma de potencializar os investimentos de longo prazo. 

Após esse conteúdo, ficou claro que é necessário estudar as opções de investimento para optar pela melhor disponibilizada no mercado, que por sinal possui muitas. Quer aprender como investir seu dinheiro de maneira eficaz? Não deixe de acompanhar nossos artigos para mais informações.

Comentários

Salvar