Passo a passo de como vender milhas: quais os melhores programas, cartões de crédito para acumular, onde vender em segurança e mais.

Acumular milhas é um hábito que também oferece benefícios para quem não vai viajar. Ao aprender como vender milhas, você descobre uma nova forma de faturar um dinheiro extra. 

Ficou interessado? Então, continue lendo. Logo adiante, organizamos dicas simples e importantes sobre o que fazer com os pontos do seu cartão de crédito e com as milhas que você já tem acumuladas. 

Como vender milhas? Tutorial em 5 etapas

O passo a passo de como vender milhas é bastante simples:

  1. conheça o sistema de pontos do seu cartão de crédito;
  2. cadastre-se em um programa de milhas,
  3. crie uma conta em um site de compra e venda de milhas;
  4. realize uma cotação;
  5. transfira as milhas e venda. 

Com essas cinco etapas, você estará pronto para ganhar dinheiro com milhas.

Para que não fiquem dúvidas sobre o que fazer, explicamos, a seguir, cada passo que você precisará dar. Acompanhe.

1. Conheça o programa de pontos do seu cartão de crédito

O primeiro passo para vender milhas é acumulá-las. Parece óbvio, mas muita gente tem dúvidas sobre o que e como fazer. 

Na prática, existem duas formas principais para juntar milhas e a primeira é comprando passagens aéreas.

Cada vez que você viaja, acumula milhas da companhia aérea escolhida. Por isso, se você está sempre voando, nossa dica é que prefira embarcar pela mesma empresa

Como veremos a seguir, cada empresa da aviação possui seu próprio programa de milhas. Com isso, é possível vender milhas Azul, milhas Smiles (programa da Gol) e de outras corporações. 

Mas, se você não viaja muito, não desanime! Nesse sentido, basta acumular milhas para vender usando o seu cartão de crédito

Algumas opções entre os melhores cartões de crédito para acumular milhas incluem os que citamos adiante. Confira!

  • C6 Platinum
  • Bradesco Elo Grafite
  • Bradesco Visa Signature
  • Bradesco American Express® Gold Card
  • Itaú Personnalité Mastercard Black

Na prática, os cartões apenas oferecem pontos em seus programas de fidelidade. Entretanto, em grande parte dos casos, pode-se trocar esses pontos por milhas. 

Para isso, será necessário transferi-los para os programas de milhas, o que nos leva ao segundo passo deste tutorial. 

2. Cadastre-se em um programa de milhas

Como dissemos acima, os programas de fidelidade de cartões de crédito não oferecem milhas, mas pontos podem ser trocados por elas. 

Para que isso ocorra, entretanto, será necessário enviar os pontos acumulados para os programas de milhas.

Entre os principais programas de milhas estão os listados abaixo. 

  • Smiles, da Gol 
  • TudoAzul, da Azul 
  • LATAM Pass, da LATAM

Ao trocar seus pontos por milhas, é possível mantê-las nesses programas sem usá-las, apenas acumulando-as.

A transferência para esses programas também é uma boa opção, porque evita que os pontos de fidelidade expirem.

Dica extra: é muito comum que esses programas façam promoções para quem enviar suas milhas e pontos para eles. No caso, você ganha mais milhas apenas transferindo-as de programa. Essa é uma maneira muito inteligente de multiplicar suas milhas, o que, consequentemente, irá multiplicar seu faturamento na venda. 

3. Cadastre-se em sites de compra e venda de milhas

Se chegou a hora de vender suas milhas, será necessário se cadastrar em sites de compra e venda. Entre os mais conhecidos estão os que citamos adiante.

  • MaxMilhas
  • 123 Milhas
  • Compro Milhas
  • Cash Milhas
  • Hot Milhas
  • Bank Milhas e mais

Não há um valor padrão para a compra das milhas. Cada site tem sua própria política de compra e venda, bem como os valores flutuam de acordo com o período. 

Dica bônus: é importante destacar que as milhas são negociadas, geralmente, em milheiro, ou seja, a cada mil milhas. Em outras palavras, você não conseguirá vender apenas 100 milhas. 

Leia também: MaxMilhas é confiável? O que é essencial analisar antes de utilizar essa plataforma?

4. Faça uma cotação

Onde vender as milhas? Nos sites de compra e venda especializados, como MaxMilhas e 123 Milhas. 

Entretanto, para escolher entre eles, você poderá realizar uma cotação no momento em que desejar comercializá-las.

Acesse os sites que listamos acima e faça essa previsão de pagamento, que irá mostrar o quanto eles estão dispostos a pagar por suas milhas.

Para tal, é preciso inserir o volume de milhas e, em alguns casos, o programa do qual você participa. 

Logo, se deseja vender milhas Smiles, precisará indicar o programa e quantas milhas deseja vender.

Com a cotação dos sites de compra e venda em mãos, você deve escolher o que oferece mais vantagens. 

Além do valor de compra apresentado, observe o prazo para pagamento. Alguns programas podem pedir mais de 30 dias para transferir os valores acordados. 

Se você não quer esperar esse prazo, pode ser melhor vender suas milhas em canais que ofereçam pagamento imediato, mesmo que o preço oferecido seja menor.

5. Transfira as milhas e venda

Agora é o momento de enviar as milhas do programa que usou para acumulá-las para o site que irá comprá-las. 

Entre na sua conta no site de compra e venda e autorize a plataforma a acessar sua conta do programas de milhas.

Defina o número de milhas que serão vendidas (não é preciso vender todas) e insira os seus dados bancários para transferência. Pronto! Aguarde o prazo solicitado para pagamento e receba o dinheiro com segurança em sua conta.

Como vender milhas para pessoas físicas?

Outra forma de vender milhas é enviá-las para pessoas físicas que desejam comprá-las. Nesses casos, você, que vai vender as milhas, deverá emitir as passagens para terceiros.

Na prática, você compra as passagens, mas coloca o nome de quem irá viajar de fato. 

Ao fazer isso, a pessoa que comprou suas milhas deve fazer a transferência do valor que vocês acordaram. 

Essa é uma opção interessante, caso um amigo ou familiar esteja em busca de um bom preço de passagem aérea. Nessas situações, todo mundo sai ganhando.

Porém, por não ser intermediada por um sistema especializado, esse processo não é tão seguro e pode acarretar o não pagamento das milhas. Sendo assim, avalie bem quem irá fazer a compra.

Agora que você já sabe como vender milhas, é hora de ganhar dinheiro extra com as que estão paradas na conta. Se você mantiver a organização financeira em dia, poderá usar seu cartão de crédito e ter parte do valor gasto de volta, ao comercializar pontos e milhas.

Está precisando fazer renda extra? Então acesse nosso artigo: ideias para ganhar dinheiro extra com pouco investimento em 2022

Comentários

Salvar