Conhecer a persona do seu negócio é essencial, pois dá um direcionamento de como construir a solução ideal esperada por ela. Saiba mais!

A persona, seja ela uma buyer persona ou brand persona, é um reflexo do novo perfil de consumidor atual, cada vez mais voltado para as experiências, conexões humanas e propósitos. 

Hoje em dia, mais do que a qualidade do seu produto ou serviço, o que está sendo avaliado é a forma como a empresa atende os clientes, como se comunica com eles e como proporciona boas experiências ao público.

Em um mundo cada vez mais digitalizado e a dimensão das redes sociais como o Instagram, a criação da persona também se tornou um processo mais comum dentro das empresas, que possuem informações e dados dos clientes em tempo integral.

Um dos grandes motivos para a importância e a eficácia da persona dentro das empresas é que o ser humano se identifica com seres humanos, mais do que marcas e empresas, o que pode ser utilizado nos negócios como uma estratégia de marketing.

Ou seja, é necessário ter uma visão humana durante os processos, com perfis idealizados e que facilitam a criação de estratégias dentro da empresa.

A persona é uma grande aliada nas estratégias de comunicação em redes sociais, suporte ao cliente, desenvolvimento de novos produtos e iniciativas globais. Pensando nisso, separamos algumas informações que irão te ajudar a compreender o que é persona e de como fazer persona.

O que é Persona?

A persona surgiu em 1995 por meio da elaboração de um sistema de business intelligence ou software, idealizado pelo americano Alan Cooper. 

Com a construção e elaboração de uma persona foi possível o desenvolvimento do software mais eficaz e que atendesse melhor às necessidades e expectativas daquele determinado público.

A persona é um personagem criado com base em informações gerais sobre pessoas reais que consomem a marca ou a empresa, como:

  • idade,
  • estado civil, 
  • profissão, 
  • localidade, 
  • dentre vários outros dados.

Porém, mais do que essas informações gerais, a persona consegue captar dados sobre o comportamento dos clientes, os temas que eles mais se interessam, às redes sociais que mais utilizam, suas necessidades, até mesmo suas dores e sua identificação com a marca.

A soma de tudo isso fornece informações valiosas para construção de um perfil que mostra detalhadamente a maneira como a persona se comunica, sua linguagem específica, sua cultura, gostos pessoais e várias outras informações que viabilizam a empresa ter uma abordagem estratégica e cativante com esses clientes.

Para entender mais sobre o assunto, saiba que existem dois tipos de personas no mercado, as quais vamos detalhar a seguir.

Brand persona

Um grande exemplo de Brand Persona na atualidade é a Lu da empresa Magazine Luiza, um dos maiores casos de sucesso de Brand Persona no Brasil.

Ao contrário da buyer persona, a brand persona expressa os ideais da marca e a mensagem que a marca deseja passar. Ou seja, as características, gostos, linguagem, comportamento e todo um perfil que a marca deseja transparecer no mercado.

Imagine uma marca onde a cultura é de sustentabilidade, diversidade e inclusão. Logo, a brand persona seria um perfil acolhedor, inclusivo e sustentável.

Buyer Persona

A buyer persona é justamente a descrita por Alan Cooper e descrita durante o início do tópico, ou seja, uma conjuntura de dados reais dos clientes.

A buyer persona não é o reflexo dos anseios e idealizações da marca, nem uma persona de posicionamento no mercado, mas sim uma ferramenta que transcreve os padrões de comportamento dos clientes com objetivo de otimizar processos e estratégias.

Como fazer uma Persona do zero?

Um dos principais fatores para construção da persona ideal é o planejamento, com base em uma sequência de passos fundamentais e que devem ser seguidos com cautela.

Quando se fala em construir uma persona do zero é importante ter em mente a importância de cada passo de como fazer persona e como executá-los da melhor forma possível.

Embora pareça algo desafiador para quem está criando uma persona pela primeira vez, os passos fundamentais de como criar persona são tarefas simples e práticas.

Aprender a como fazer persona é uma oportunidade de conhecer não só seus clientes, mas também a sua marca e como ela se comunica no mercado, pois entender com quem ela se comunica é o primeiro passo para direcionar os processos e estratégias de marketing de forma mais positiva.

Encontre os dados

Para encontrar os dados é preciso ir a campo e obter informações de forma direta sobre os clientes. Assim como qualquer estudo, a pesquisa e obtenção de dados é o que irá estruturar todo o restante do processo de como fazer persona.

Imagem representando os dados de uma persona

Representação dos dados de uma persona

Com isso, é necessário um planejamento de pesquisa para coleta de dados, com objetivos e um recorte pré-definido do público da marca. Para realizar essa etapa é possível conciliar diferentes instrumentos como entrevistas, questionários, netnografia e até mesmo a obtenção de dados no Google Analytics.

Ao contrário do que muitos acreditam, não é preciso se estender em inúmeras entrevistas e questionários, pois normalmente as respostas costumam se repetir após a oitava ou décima entrevista.

Selecione o seu template de persona

A escolha do template para sua persona pode ser feita de acordo com as informações coletadas e a identidade da empresa. Existem diversos modelos disponíveis de templates na web, com configurações e design diversificados.

Uma dica importante para a escolha do template de persona é optar por modelos mais completos, onde é possível preencher maiores informações com opções mais detalhadas.

Empresas como a ZMOT Institute disponibilizam templates de personas de forma gratuita, com opções muito completas e identidades visuais bem elaboradas, fatores que também refletem na visualização da persona.

Preencha as informações da sua persona

Após a escolha do template é hora de preenchê-lo com todas as informações adquiridas na primeira etapa. 

Nesse momento, é hora de sintetizar as informações por meio de uma análise detalhada dos dados obtidos, tendo como objetivo identificar as principais repetições e padrões de comportamento.

Todos esses dados mostram necessidades, dúvidas, dores, problemas e principais desafios da persona, portanto, é imprescindível tabular todas as respostas para criação de uma persona ideal eficaz e certeira.

Dessa forma, elabore um nome para a persona ideal e uma foto (ou avatar) ilustrativa para compor esse perfil, com a idade e localidade logo em seguida. 

Informações como profissão, estado civil, descrição do perfil e todos os dados mais relevantes devem estar visíveis e delimitados no template.

Uma opção é elaborar histórias pessoais para aquela persona, pois tudo isso contribui para dar vida a persona e gerar melhor entendimento por todos os envolvidos.

Revise sua persona constantemente

Sem dúvidas o ser humano é um sujeito cíclico e em completa transformação, assim como as marcas e o mercado em geral. 

Logo, a persona que foi construída em um ano não será tão eficaz e fidedigna ao seu público após 5 ou 10 anos, pois todas as informações podem se tornar ultrapassadas.

Dessa forma, a última etapa de como fazer persona é a manutenção e atualização da mesma, com novas coletas de dados e reciclagem dessas informações.

Conclusão

Por fim, agora que você já sabe a importância e como fazer persona, é hora de dar início a esse processo e ir a campo coletar informações.

Por meio de uma persona bem definida, a aproximação com o público acontece e se torna mais fácil compreender seus desejos, expectativas e os principais motivos que os levam a consumir a sua marca.

Além disso, estratégias e iniciativas bem direcionadas fazem com que os clientes criem uma identificação e valor pessoal com a marca.

Comentários

Salvar