Afinal, como funciona o EAD e como esse modelo ajuda a construir a transformação digital na educação? Bom, para começar, é legal entender que o ensino a distância promove uma assimilação muito mais rápida nos alunos: segundo um estudo da Shift, o e-learning requer de 40 a 60% menos tempo para ser compreendido, quando comparado

Afinal, como funciona o EAD e como esse modelo ajuda a construir a transformação digital na educação?

Bom, para começar, é legal entender que o ensino a distância promove uma assimilação muito mais rápida nos alunos:

  • segundo um estudo da Shift, o e-learning requer de 40 a 60% menos tempo para ser compreendido, quando comparado ao ensino presencial.

E os bons índices não param por aí! A mesma pesquisa diz que a taxa de retenção do conteúdo ministrado de forma online fica entre 25 a 60% – enquanto no tradicional é de apenas 8 a 10%.

E o mercado de ensino a distância cresce a todo vapor (ou na velocidade da luz, que é mais moderno, né?).

Para você ter uma ideia, o número de estudantes matriculados em cursos online aumentou 378,9% em apenas 10 anos – segundo o Censo da Educação Superior.

Quer saber mais? Continue com a gente!

Além de explicarmos como funciona o EAD, hoje mostraremos as principais vantagens desse sistema de aprendizado (para professores, gestores, alunos e colaboradores).

Boa leitura!

Como funciona o EAD?

O ensino a distância conta com uma série de recursos para conectar professores e alunos – ou mesmo colegas de trabalho. Entre as várias tecnologias de educação, uma das que mais se destacam é a plataforma EAD.

Ao disponibilizar um AVA – isto é, um Ambiente Virtual de Aprendizagem – as plataformas recriam uma sala de aula física no mundo digital, oferecendo todas as funcionalidades necessárias para a qualidade do ensino.

No âmbito geral, podemos classificar o EAD em duas frentes: para cursos e para treinamentos corporativos. Veja os detalhes na sequência!

Ensino a distância para cursos

Quando falamos em EAD, a primeira coisa que vem à mente é o currículo escolar tradicional.

Essa ideia se fortaleceu ainda mais durante a pandemia, já que o ensino online (ou mesmo o híbrido, mesclado com algumas aulas presenciais) se tornou uma realidade inadiável.

O EAD funciona muito bem nesse modelo de aprendizagem, só que as possibilidades vão além! Hoje, professores independentes podem usar as plataformas e ensinar a fazer qualquer coisa por meio da internet.

Por exemplo, é possível empreender desde um curso sobre tapeçaria de sofá até um workshop sobre aulas de bateria para iniciantes. Com criatividade, só o céu é o limite!

Nesses casos, a plataforma EAD atua com o AVA, mas também com diversos recursos de um e-commerce. Assim, esses professores podem vender seus cursos gravados diretamente no site – que também fornece boa qualidade de transmissão ao vivo.

Ensino a distância para empresas

A capacitação empresarial é outro assunto que não pode ser deixado de lado. Segundo uma pesquisa da ATD, 40% dos funcionários que não são treinados acabam saindo de seus empregos já no primeiro ano de trabalho.

O EAD para empresas vem para facilitar a implementação de ciclos de treinamento e desenvolvimento – e para resolver boa parte do problema.

Nessa modalidade, as plataformas EAD funcionam basicamente como o ensino de cursos – mas, em vez de o foco ser a venda de conteúdos, ele fica voltado para a hospedagem de capacitações em vídeo (ou mesmo via lives).

Certo, agora que já vimos os dois principais tipos de ensino a distância, chegou a hora de entender quais as vantagens do EAD – seja para professores e líderes empresariais, seja para alunos e colaboradores aprendizes.

Por que o EAD é importante atualmente?

Porque os custos são menores

Contar com uma estrutura de EAD, totalmente digital, é muito mais barato que manter um ambiente físico. O modelo presencial, além de exigir gastos com aluguel, limpeza, água, luz e a manutenção geral, despende mais tempo.

Afinal, o deslocamento de todos os envolvidos acaba impactando no planejamento – e aqui entram aspectos como trânsito, gastos com transporte público ou com combustíveis, custos de estacionamento e muito mais.

Então, como funciona o EAD? Ao contratar uma plataforma, que sai a partir de R$ 299,99, toda a estrutura já vem pronta e acessível – sem a necessidade de gastar com recursos adicionais.

Porque o ensino é mais flexível

Tanto para quem ministra quanto para quem aprende, o EAD não depende de fronteiras – e os horários são bem mais adaptáveis, já que o formato permite assistir a vídeos de qualquer lugar (e a qualquer momento).

Ah, e mesmo nas transmissões ao vivo dá para notar essa flexibilidade. Porque vamos combinar: comparecer a um compromisso marcado no ambiente online é mais rápido e fácil – e hoje existem aplicativos de agenda que ajudam a fazer essa gestão.

Porque a gestão é simples e confiável

Como falamos acima, uma plataforma EAD concentra muitas funcionalidades em um único lugar. Assim, se o objetivo for vender cursos, com poucos cliques é possível:

  • captar alunos;
  • efetuar as transações e matrículas no próprio site;
  • gerenciar pagamentos e parcelamentos;
  • programar a liberação dos conteúdos.

Para o âmbito corporativo, a plataforma é usada como um backup dos treinamentos – o que evita perdas de conteúdos.

Plataformas EAD: quais recursos elas devem ter?

Funcionalidades de interação

Uma das palavras-chave do EAD é justamente a interação. Isso porque os tempos mudaram e o sistema de ensino deixou de ser aquele em que o professor apenas fica falando e falando por horas – e se tornou muito mais colaborativo.

As plataformas EAD promovem recursos de chat em tempo real, o que permite que os aprendizes participem dos conteúdos de forma bem ativa – tirando dúvidas, dando sugestões e “repartindo” a responsabilidade com o professor.

No mais, outra funcionalidade interessante é o fórum de comunidade (um espaço reservado para discussão de assuntos diversos, que ajuda a promover o engajamento).

Mecanismos de experiência do cliente

Já que falamos de palavras-chave, outras três são importantíssimas no mundo digital: experiência do cliente.

Isso nada mais é que cuidar da satisfação do comprador, por meio de mecanismos que facilitem o acesso, o consumo e a assimilação do conteúdo.

Portanto, se professores e empreendedores lidam com clientes – alunos e colaboradores não deixam de ser “compradores de conhecimento”, não é mesmo? –, é fundamental proporcionar o máximo de satisfação no EAD.

E os recursos das plataformas ajudam a criar boas experiências. Alguns deles são:

  • assinaturas recorrentes, com renovação automática;
  • velocidade de carregamento das páginas do site;
  • estabilidade de transmissão de vídeos (ao vivo ou gravados);
  • suporte a qualquer momento.

Aplicação de provas online

Antes de finalizarmos a matéria sobre como funciona o EAD, é legal falarmos da funcionalidade de provas. Essa etapa é essencial no ensino a distância – pois, assim como no presencial, se trata de uma forma de avaliar o conhecimento dos envolvidos.

As plataformas EAD fornecem recursos completos para provas, desde a inserção de perguntas até a automatização da correção.

Todos os dados da avaliação são compilados e transformados em um relatório – o que dá total clareza para o aluno e representa um feedback valioso para os professores.

Afinal, dessa forma os educadores podem fazer melhorias nos conteúdos e seguir evoluindo o ensino a distância.

Gostou de aprender como funciona o EAD?

O futuro do aprendizado chegou e tudo indica que veio para ficar. Se você é um empreendedor ou está em busca de conhecimento, vale a pena considerar o EAD.

Esse modelo alia qualidade e agilidade para os alunos – além de representar uma ótima fonte de renda para os professores.

Aproveite e compartilhe esta matéria em suas redes sociais! Até a próxima!

Este artigo foi escrito pela equipe da EAD Plataforma, uma plataforma online de ensino a distância que te permite criar e vender cursos na internet. Simples, intuitiva e com preço acessível, a EAD Plataforma atua no mercado desde 2014 e já conta com mais de 1200 clientes.

Comentários

Este blog tem o orgulho de ter o apoio destas marcas:
Salvar