Como calcular o salário líquido, quais as deduções e impostos obrigatórios, percentual por faixa de salário, fórmulas e calculadora grátis!

Uma dúvida muito comum entre quem trabalha no regime CLT e tem a carteira profissional assinada é como calcular o salário líquido. Ou seja, aquele que cai na sua conta bancária quando o dia do pagamento chega. 

Para encontrá-lo, é necessário considerar alguns descontos que incidem sobre o salário bruto (valor antes dos abatimentos). 

Algumas deduções salariais são obrigatórias por lei, como as do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) e Imposto de Renda Retido na Fonte (IRRF)

 O primeiro é o valor da contribuição para a previdência social, que vai te ajudar a se aposentar no futuro e ter acesso aos benefícios, como auxílio doença e auxílio maternidade. Já o IR pode ser recuperado na restituição anual de impostos de renda.

Entretanto, esses não são os únicos valores que podem ser descontados do seu holerite. Benefícios para funcionários, como plano de saúde e vale-transporte, também têm impacto no valor que você receberá no final do mês. 

Mas, fique tranquilo, porque a seguir vamos te ajudar a aprender como calcular o salário líquido e, assim, cuidar das finanças pessoais.

Como calcular o salário líquido?

Como falamos acima, os principais descontos são os referentes ao INSS e Imposto de Renda. Logo, vamos nos concentrar inicialmente neles para fazer o cálculo do salário líquido que você receberá. 

INSS

O INSS é o primeiro desconto da folha de pagamento. Em 2022, a alíquota varia de 7,5% a 14%. 

Essa porcentagem flutua de acordo com o valor do seu salário: quanto mais alto, mais imposto recai sobre ele.

Existe uma tabela que define as faixas de descontos conforme o ordenado.  

Salário Bruto / Contribuição para o INSS 2022

  • Até um salário-mínimo (R$ 1.212,00 em 2022): alíquota de 7,5%
  • Salário de R$ 1.212,01 até R$ 2.427,35: alíquota de 9%
  • Salário de R$ 2.427,36 até R$ 3.641,03: alíquota de 12%
  • Salário de R$ 3.641,04 até R$ 7.087,22 (teto do INSS em 2022): alíquota de 14%

Por exemplo, se você recebe um salário bruto de R$ 3.000, terá um desconto de 12% ou R$ 360, resultando no valor de R$ 2.640. 

É a partir desse montante, já descontado o INSS, que o IRRF é calculado.  

IRRF

O Imposto de Renda Retido na Fonte é descontado da folha de pagamento e deve ser considerado ao calcular o salário líquido. Como mencionamos, o percentual de abatimento será definido sobre o valor do salário, já deduzido do percentual pago ao INSS. 

As faixas de desconto do IRRF são: 

  • Até R$ 1.903,98: isento de imposto de renda
  • De R$ 1.903,99 a R$ 2.826,65: alíquota de 7,5%
  • De R$ 2.826,66 a R$ 3.751,05: alíquota de 15%
  • De R$ 3.751,06 a R$ 4.664,68: alíquota de 22,5% 
  • Acima de R$ 4.664,68: alíquota de 27,5%

Usando o exemplo acima, o valor do IRRF será sobre o valor de R$ 2.640 – e não sobre R$ 3.000. Isso significa que a faixa da alíquota não é calculada sobre o montante previsto no salário bruto. 

Logo, ao invés do contribuinte pagar 15% de IRRF, por receber R$ 3.000, ele pagará 7,5%, porque o valor considerado é o de R$ 2.640. Aliás, isso significaria uma redução de R$ 198. 

Porém, não será esse valor o abatido no salário, porque existe uma quantia chamada de “parcela dedutível”, que funciona como uma compensação do IR. Esse valor pode ser subtraído do montante de imposto que inicialmente deveria ser pago. 

Acompanhe a tabela abaixo e entenda como funciona a relação entre base de cálculo, alíquota e parcela dedutível.

Base de cálculo (R$)

Alíquota

Parcela dedutível (R$)

Até R$ 1.903,98

0%

0,00

De R$ 1.903,99 a R$ 2.826,65

7,5%

142,80

De R$ 2.826,66 a R$ 3.751,05

15%

354,80

De R$ 3.751,06 a R$ 4.664,68

22,5%

636,13

Acima de R$ 4.664,68

27,5%

869,36

Isso significa que, com uma base de cálculo tendo a alíquota de 7,5%, é possível descontar até R$ 142,80 do imposto que seria pago. 

Uma vez que o valor do IRRF do exemplo acima seria R$ 198, podemos subtrair a parcela dedutível (R$ 142,80), o que resultaria em um desconto no salário de apenas R$ 55,20.

Observe também que o IRRF não recai sobre quem ganha até um salário mínimo. Essas pessoas são isentas do pagamento do imposto, portanto, não há abatimento após a dedução do INSS.

Se você ficou com alguma dúvida, não se preocupe! Ainda neste guia, vamos te apresentar uma calculadora que faz todas essas contas automaticamente, facilitando que você encontre o salário líquido que irá receber.

Leia mais: como declarar plano de saúde empresarial no imposto de renda?

Desconto de benefícios

Depois do INSS e IRRF, outros descontos podem acontecer. Sendo assim, é fundamental ficar atento a eles. Muitos benefícios oferecidos pelas empresas, como plano de saúde, plano odontológico e até vale-transporte, podem causar abatimento no valor líquido que você receberá. 

Eles não são obrigatórios por lei, por isso, a dica é conversar com a empresa e entender o que está sendo descontado e o que é interessante para você. 

Observe no holerite os valores que estão sendo subtraídos do seu salário. Tudo precisa estar muito bem descrito. Então, se notar alguma coisa estranha, procure o departamento de Gestão de Pessoas ou seu líder e solucione as dúvidas.

O que acontece com o FGTS?

Por acaso, o FGTS é abatido no salário do trabalhador? Não! A contribuição para o Fundo de Garantia por Tempo de Serviço é um valor que a empresa deve pagar e não o colaborador. Contudo, ela aparece no contracheque, apenas como informação e segurança para o funcionário. 

Menos uma coisa, não é mesmo? Ufa!

Calculadora de salário líquido

Agora que você já sabe como calcular o salário líquido, que tal uma boa notícia? É possível  usar uma calculadora que fará todas essas contas, entregando o resultado final.

Dessa forma, você não precisa se preocupar com percentuais de desconto, fórmulas ou matemática! Tudo é feito automaticamente e, o melhor, de graça!

A calculadora de salário líquido da Mobilis é gratuita, bastante simples de usar e considera, inclusive, o número de dependentes que você tem para abater nos valores que deveria pagar. 

Esperamos que o artigo tenha ajudado a esclarecer como calcular o salário mínimo, os valores que são deduzidos do salário bruto e para que servem. 

Lembre-se que a sua aposentadoria depende disso. Logo, encare esses abatimentos como um tipo de investimento a longo prazo. 

E, se você quer se aprofundar sobre seus direitos e deveres como funcionário, preparamos um artigo especial sobre o que diz o artigo 473 da CLT. Confira! 

Comentários

Salvar