Você sabe quanto rende R$100 mil no Tesouro Direto? Aplicar dinheiro neste investimento tem sido uma estratégia chave para investidores que buscam segurança e rentabilidade.

Por isso, para quem está planejando investir R$100 mil neste tipo de investimento precisa saber quais são os potenciais retornos deste tipo de ativo é importante. 

Se você está querendo saber quanto rende R$100 mil no Tesouro Direto, saiba que chegou ao local certo.

O que é o Tesouro Direto?

Caso não saiba, o Tesouro Direto é um programa do Tesouro Nacional do Brasil que permite a compra e venda de títulos públicos federais por pessoas físicas.

Este tipo de investimento ganhou destaque no mercado financeiro por ser considerado de baixo risco.

Isso se dá porque ao comprar um título do Tesouro Direto, você estará emprestando dinheiro para o Governo Federal.

Além disso, essa é uma das modalidades de ativos mais democráticas e o motivo é bem simples: você pode fazer aplicações com valores a partir de R$30.

Outro ponto que chama a atenção é que este ativo oferece liquidez diária para todos os papéis.

Vale destacar ainda que os rendimentos do Tesouro Direto são tributados pelo Imposto de Renda, com alíquotas regressivas de acordo com o prazo do investimento

Quais são os títulos do Tesouro Direto e seus rendimentos?

Você já entendeu o que é Tesouro Direto, mas sabia que existem diferentes tipos de títulos deste investimento?

Saber disso é importante porque vai influenciar na rentabilidade do valor investido, que neste caso é de R$100 mil.

Abaixo vamos te mostrar os tipos e sua rentabilidade. Confira!

  • Tesouro prefixado: oferece uma taxa de juros fixa. Se um título prefixado promete 7% ao ano e você investe R$100 mil, ao final do período acordado, você receberá seu investimento inicial mais os juros acumulados;
  • Tesouro IPCA (inflação): garante o retorno acima da inflação. Se o IPCA for 4% e a taxa adicional for 3%, o rendimento total será de 7%;
  • Tesouro Selic: rendimentos atrelados à taxa Selic. Se a taxa Selic for de 6%, esse será aproximadamente o seu retorno anual.

Quanto rende R$100 mil no Tesouro Direto?

Mas afinal, quanto rende R$100 mil no Tesouro Direto? Para responder a esta pergunta você pode usar calculadoras e simuladores de investimento que estão disponíveis na internet.

Isso porque falar um valor exato não é possível, já que é necessário considerar os impostos e taxas que podem reduzir o valor líquido que você receberá do rendimento.

Além disso, se levarmos em consideração um investimento de R$100 mil no Tesouro Prefixado com uma taxa de 7% ao ano, ele resultará em um valor bruto de retorno significativo ao final do prazo. 

Quais são os fatores que podem influenciar no rendimento do Tesouro Direto?

Existem diversos fatores que acabam influenciando o rendimento do Tesouro Direto. E é fundamental entender isso para que você saiba que por mais que o ativo seja seguro, ele pode sofrer pequenas oscilações.

Abaixo separamos os fatores que podem influenciar o rendimento do Tesouro Direto.

  • Taxa de juros: ele determina o valor dos rendimentos no Tesouro Prefixado e no Tesouro IPCA;
  • Inflação: impacta diretamente o Tesouro IPCA;
  • Política econômica: mudanças na política econômica podem influenciar a taxa Selic e, por consequência, o Tesouro Selic;
  • Prazo de Investimento: títulos com prazos mais longos geralmente oferecem taxas de juros maiores.

Por conta disso, é preciso que você esteja atento aos cenários econômicos e ajuste a carteira conforme necessário.

E também é por isso que você deve diversificar a sua carteira de investimento entre os diferentes tipos de títulos. 

Se você ainda tem dúvidas se vale a pena ou não investir R$100 mil no Tesouro Direto, saiba que esta pode ser uma decisão financeira acertada, especialmente para aqueles que buscam diversificação e segurança.