Se você está entrando agora para o mundo dos investimentos, um dos primeiros conceitos que você precisa entender é sobre os ativos financeiros. Afinal, são eles que vão garantir que você tenha dinheiro rendendo na conta.  Principalmente para quem está começando, é comum não entender os diversos termos do mercado financeiro ou todas as siglas

Se você está entrando agora para o mundo dos investimentos, um dos primeiros conceitos que você precisa entender é sobre os ativos financeiros. Afinal, são eles que vão garantir que você tenha dinheiro rendendo na conta

Principalmente para quem está começando, é comum não entender os diversos termos do mercado financeiro ou todas as siglas que existem nele. Muitos pensam que investimento não é para eles, mas não é bem assim. 

Para te ajudar a compreender um pouco mais esse universo e dar mais um passo rumo a sua liberdade financeira, separamos as principais informações sobre o que é ativo financeiro. 

Neste artigo vamos te explicar também quais são os principais, a diferença entre ativos e passivos financeiros e muito mais. Acompanhe a seguir. 

O que são ativos financeiros? 

Os ativos financeiros são os produtos do mercado financeiro de capitais que existem para serem negociados. Eles são intangíveis, mas podem ser convertidos em dinheiro, ou seja, eles possuem maior liquidez do que os ativos tangíveis. Dessa maneira, são títulos que podem gerar benefícios futuros.  

Qual a diferença entre ativos e passivos financeiros?

A diferença básica entre ativos e passivos financeiros é que tudo aquilo que coloca dinheiro no nosso bolso é um ativo financeiro e já o passivo é tudo aquilo que nos faz gastar dinheiro, como define o autor do livro Pai Rico, Pai Pobre. 

Acima, já falamos o que são ativos financeiros, então para entender melhor os passivos, vamos dar alguns exemplos. 

Se você tem um carro de passeio, ou seja, que você não utiliza para ganhar dinheiro, ele é considerado um passivo financeiro. Afinal de contas, os gastos com ele são bem altos, não é mesmo? Tem IPVA, seguro, gasolina, manutenção, e por aí vai… 

Outro exemplo de passivo financeiro é a casa própria, pois você não tem lucro com ela e, além disso, ainda tem gastos fixos para mantê-la, como contas de água, luz, condomínio. Agora, se você coloca essa casa própria para ser alugada, quando ela começa a render dinheiro, ela passa a ser um ativo financeiro. 

Leia também: As melhores corretoras de investimentos para ficar de olho

Entendidas as definições, uma dúvida bem comum de aparecer é se uma aplicação financeira é um ativo ou passivo. Afinal, em qual desses tipos ela se encaixa? 

Aplicação financeira é ativo ou passivo?

Quando fazemos uma aplicação financeira, estamos realizando um investimento. Portanto, ela é um ativo, já que tem como objetivo gerar algum lucro no futuro. 

Dessa maneira, quanto maior for sua aplicação financeira, mais ativos financeiros você vai ter, seja em número de ativos, seja em volume. Esses ativos financeiros geram uma renda passiva. 

A renda passiva é aquela que cai na sua conta independente do que você esteja fazendo. Você não precisa estar trabalhando, por exemplo, para ela entrar. É aquela velha história do dinheiro trabalhar para você que tanta gente sempre busca, sabe? 

Leia também: Como obter renda extra?

Principais ativos financeiros

Ações

Uma ação é a menor parte de uma empresa. Quem opta por esse ativo, basicamente compra uma pequena fração da empresa. Elas são negociadas na Bolsa de Valores. Geralmente são divididas entre ordinárias e preferenciais

  • Ações ordinárias: são ações que permitem que o acionista participe das decisões da empresa, mas o peso do seu voto está diretamente ligado à quantidade de ações que ele possui. 
  • Ações preferenciais: Já as preferenciais oferecem a preferência em receber os dividendos da empresa.

Títulos Públicos

Os Títulos Públicos basicamente são uma forma de captação de recursos do Governo Federal. Eles são os ativos financeiros que possuem menor risco, pois é o próprio Governo o emissor. Alguns exemplos são:  

  • Tesouro Selic: a rentabilidade varia de acordo com a taxa básica de juros, a Selic, portanto, não é possível ter certeza de qual será o retorno;
  • Tesouro Prefixado: é possível saber a rentabilidade antes de fazer o investimento; 
  • Tesouro IPCA+: com esse tipo de ativo é possível ter uma ideia de quanto irá render, isso porque uma parte da rentabilidade é pré-fixada e a outra leva em conta o IPCA (Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo).

Títulos Privados

Esses títulos são ativos emitidos por uma instituição privada, como um banco, por exemplo. Alguns desses títulos mais comuns são: 

  • CDB (Certificado de Depósito Bancário): é um ativo financeiro de renda fixa. Ou seja, é possível saber ou ter uma noção da rentabilidade antes de fazer o investimento.
  • LCI (Letra de Crédito Imobiliário): são títulos de dívidas emitidos por bancos para financiar o setor imobiliário;
  • LCA (Letra de Crédito do Agronegócio):  são títulos de dívidas emitidos por bancos para financiar o setor do agronegócio;
  • Debêntures: são títulos de dívida de empresas.

Quais são os melhores ativos financeiros para investir? 

Antes de escolher os ativos financeiros para investir é fundamental que você conheça o seu perfil de investidor e quais são os seus objetivos com os investimentos. Isso porque alguns ativos financeiros são mais arriscados que outros. 

Além disso, alguns deles também são mais orientados para um investimento a longo prazo, enquanto outros são ideais para aquelas pessoas que precisam ter acesso ao dinheiro a qualquer momento, ou seja, ter uma liquidez diária. 

Dessa maneira, só depois de conhecer tudo sobre suas necessidades de investimento é que é aconselhável escolher os ativos. Além disso, os melhores ativos financeiros vão depender do perfil de cada pessoa, certo? 

Leia também: O que são investimentos em renda variável? Veja neste GUIA!

Contudo, de uma maneira geral, para ter bons investimentos e uma boa carteira é ideal que ela seja diversificada, isso significa que é importante ter um pouco de cada tipo de ativo. Assim, uma possível perda em um ativo pode ser compensada no ganho de outro. 

Agora que você já sabe o que são ativos financeiros, quer ficar ainda mais por dentro de tudo que acontece no mercado financeiro? Continue acompanhando o site da Digilândia

Você também pode gostar deste conteúdo: Como investir seu dinheiro melhor e ter mais resultados

Comentários

Salvar