A fintech de investimentos é uma empresa que consegue unir a área de tecnologia com finanças. Nesse caso, trazendo soluções mais acessíveis e eficientes para os usuários. Podemos encontrar bons exemplos delas no universo bancário.  Aqui no Brasil, lembra-se de como era antes do surgimento das fintechs? Na época, tínhamos um processo lento para abrir 

A fintech de investimentos é uma empresa que consegue unir a área de tecnologia com finanças. Nesse caso, trazendo soluções mais acessíveis e eficientes para os usuários. Podemos encontrar bons exemplos delas no universo bancário. 

Aqui no Brasil, lembra-se de como era antes do surgimento das fintechs? Na época, tínhamos um processo lento para abrir  conta na instituição financeira, fazer uma transferência bancária ou investimento financeiro, entre outros.

Hoje, com as fintechs, fazer qualquer uma dessas três ações é algo simples, prático e com um baixo custo. Nesse cenário, podemos considerar que o surgimento das fintechs fez com que o sistema bancário do país crescesse e se desenvolvesse bastante. 

Por sinal, em seu dia a dia, é bem provável que você utilize alguma fintech. Entre as principais que temos aqui no país, podemos destacar bancos digitais como o Nubank e o Inter, mas há muitas outras.

Mesmo com esse avanço no universo bancário, ainda tínhamos um atraso na forma que as pessoas investem. Vendo essa defasagem, começaram a surgir as fintechs de investimentos.

Qual o propósito de uma fintech de investimentos?

Unindo finanças e tecnologia, o objetivo de uma fintech de investimentos é eliminar o máximo possível de burocracia. Além disso, ela traz mais transparência aos processos e aumenta a rentabilidade dos investimentos, sejam eles no mercado:

Graças a essas fintechs, um processo que era bem burocrático foi eliminado. Antes, isso exigia a impressão de diversos documentos, a autenticação de outros e, ainda, o deslocamento até a instituição bancária.

Hoje, para abrir conta em uma corretora de investimentos, você não precisa sair de casa. Basta usar seu celular, preencher o cadastro digital e tirar algumas fotos de seus documentos.

Importância das fintechs de investimentos

Nos últimos anos, estamos vendo um grande movimento de consciência financeira surgindo no país. Investimentos que, antes, eram tratados como complexos, hoje estão no dia a dia do brasileiro.

Por exemplo, esse é o caso das aplicações em renda fixa e em renda variável. Você pode fazê-las em poucos minutos usando o smartphone. E toda essa procura fez com que surgisse uma demanda para as fintechs de investimentos

Essas fintechs são empresas de tecnologia que tem o objetivo de mostrar melhores oportunidades de investimentos. E o melhor: tudo isso de uma forma transparente e alinhada com os interesses dos investidores.

No mundo das finanças, ter transparência é algo muito importante para os investidores. Afinal, para eles conseguirem encontrar os melhores investimentos, precisam ter acesso às opções de ativos e ao retorno que cada um deles entrega. 

Leia também:

Potencial do mercado das fintechs de investimentos

Assim como falamos antes, o Brasil está se tornando um país com mais pessoas interessadas em investimentos. Por sinal, o número de investidores pessoa física na Bolsa de Valores vem crescendo muito.

Para ter uma noção desse crescimento, uma pesquisa da B3 destacou que o número de investidores chegou a 4.2 milhões. Em dezembro de 2021, eles tinham um total de R$ 501 bilhões investidos somente em renda variável.

Fazendo uma comparação com o ano de 2020, tivemos um crescimento de 9%. Nesse cenário, é importante entender que, mesmo passando pela crise que a pandemia ocasionou, o número de investidores continuou crescendo.

Essa pesquisa mostra que, mesmo nas adversidades, os brasileiros estão dando mais importância aos investimentos. E, para quem está pensando em investir nas fintechs de investimentos, com certeza esse é um ótimo sinal. 

De fato, o Brasil está se tornando um país cada vez mais consciente financeiramente. Logo, vemos que há grandes chances das fintechs de investimentos terem resultados positivos.

Fonte: Canva Pro

Benefícios de uma fintech de investimentos

A seguir, listamos alguns dos benefícios que uma empresa desse tipo traz. Aliás, essa informação pode interessar, principalmente, quem está pensando em investir em uma fintech de investimentos.

Principais problemas que as fintechs de investimentos solucionaram:

  • custos altos;
  • burocracia para abrir contas e realizar outras transações;
  • falta de agilidade nos processos;
  • agora, diversos assuntos podem ser resolvidos sem sair de casa.

Além disso, esse tipo de negócio traz facilidades para aqueles que não têm muita noção dos investimentos. E, também, beneficiam quem não dispõe de muito tempo para analisar os ativos.

Nesse caso, há muitas fintechs de investimentos que atuam mostrando oportunidades para esses investidores. Aqui, um ponto interessante é que há fintechs em todos os setores de investimentos (e não só na renda variável). 

Somado a tudo isso, um outro grande ponto positivo dessas empresas é em relação ao baixo custo. Diferente de algumas instituições financeiras, as fintechs de investimentos geralmente possuem um baixo custo operacional. Isso faz com que elas se tornem ainda mais acessíveis para o público em geral.

Logo, vendo todos esses pontos, é possível que este seja um mercado com forte potencial de crescimento.

Vale a pena investir em fintechs?

Até aqui, falamos dos pontos positivos que as fintechs de investimentos trazem, certo? Daqui em diante, é essencial analisar se vale ou não a pena procurar uma empresa do nicho para investir.

Primeiro de tudo, é importante entender que, mesmo tendo vários benefícios, essas empresas possuem certos riscos. Por se tratar de um mercado que está em pura ascensão, vemos que há uma concorrência forte entre negócios deste ramo.

Sendo assim, quando buscamos uma fintech para investir, a primeira coisa que devemos analisar é o diferencial dela. Mesmo com tantas opções, vemos algumas empresas que não possuem diferenciais competitivos, o que faz com que nem toda fintech de investimentos seja uma boa opção.

Além de analisar o diferencial competitivo, é crucial ver em que estágio de crescimento a empresa está. Se ainda está em fase de validação, onde ainda não atendeu muitos clientes, significa que o risco em investir nela será maior.

No entanto, mesmo tendo esse contraponto entre crescimento e alto risco, investir em fintechs pode ser uma ótima opção para os investidores mais arrojados. Nesse caso, por ser empresas com muito potencial, você tem uma grande chance de ganhos, bem como deve lidar com riscos maiores.

Antes de sair, leia também:

Comentários

Salvar