Muitos investidores iniciantes ou mais experientes se perguntam se o CDI rende mais que a poupança. E essa dúvida é importante para garantir um bom retorno sobre os investimentos e saber onde colocar seu dinheiro.

Isso porque muitos investimentos em renda fixa estão atrelados ao CDI, tendo a sua rentabilidade dependente da rentabilidade dessa taxa.

Se essa é a sua dúvida, fique com a gente para descobrir qual desses investimentos rende mais.

O que é CDI

O CDI (Certificado de Depósito Interbancário) é uma taxa que incide sobre operações de empréstimos realizadas entre instituições financeiras.

Em essência, ele é muito parecido com o CDB. Porém, enquanto o CDB está disponível para investidores pessoa física, o CDI não é oferecido para investidores individuais, apenas para outras instituições financeiras.

Isso acontece porque o sistema bancário no Brasil é altamente regulado pelo Banco Central, e uma das medidas de segurança estabelecidas é que os bancos devem fechar o dia com saldo positivo em seu caixa. 

Porém, como muitas vezes há mais resgates do que depósitos, os bancos recorrem ao CDI para captar recursos de outros bancos e fechar o dia no azul.

O Certificado de Depósito Interbancário é importante para todos os investidores porque é por meio dele que o mercado financeiro calcula a “Taxa DI”, que é a média de juros praticada pelos CDIs.

Essa média é uma referência para o mercado de investimentos e serve como base para determinar a rentabilidade de diversos tipos de renda fixa. Por exemplo, é muito comum encontrar CDB`s que rendem tantos porcento do CDI.

Qual a relação do CDI com a Selic

O CDI é uma taxa de juros muito próxima à Selic, que é a taxa básica de juros no Brasil. E essa relação é tão forte que, quando a Selic sobe, o CDI também sobe.

Isso porque os juros do CDI sempre ficam um pouco abaixo dos da Selic Meta.

Sendo assim, essa informação é muito importante para saber se o CDI rende mais do que a poupança. Isso porque o funcionamento do rendimento da poupança é um pouco diferente dos outros investimentos.

O CDI rende mais do que a poupança?

Até aqui vimos que o rendimento do CDI é muito próximo ao rendimento da Selic, sendo que quando essa sobe, o CDI acompanha esse crescimento.

Já a poupança, ela tem um funcionamento diferente para calcular a sua rentabilidade, que também depende da Selic, porém não há uma relação tão próxima.

O rendimento da poupança funciona assim:

  • Taxa Selic maior que 8,5% a.a: poupança rende TR + 0,5% ao mês.
  • Taxa Selic menor ou igual a 8,5% a.a: poupança rende TR + 70% da Selic Anual.

Ou seja, em cenários em que a taxa Selic é superior a 8,5% ao ano, o rendimento da poupança fica travado, não acompanhando o crescimento dos juros do CDI. 

Por conta disso, o CDI rende mais do que a poupança, porque ele consegue acompanhar o crescimento da Selic, sem que seu rendimento seja travado. 

Vamos fazer um comparativo.

Para isso, vamos usar como base os dados do ano de 2023. Neste ano, a Selic ficou em 11,75% ao ano. Nesse mesmo ano, a TR acumulada foi de 7,76%. Sendo assim, o rendimento da poupança no ano foi:

Poupança: 1,76% (TR acumulada) + 6% (0,5% x 12) = 7,76% ao ano.

Já o CDI acumulado no mesmo período ficou em 13,04% ao ano.

Ou seja, aqueles que investiram em CDI tiveram quase o dobro de rendimento se comparado com aqueles que deixaram o dinheiro guardado na poupança.

Outros investimentos ligados ao CDI

O CDI é importantíssimo para os investidores, e diversos investimentos são atrelados a ela, principalmente aqueles de renda fixa.

Confira uma lista de títulos de investimentos que podem ter relação com o CDI:

  • CDBs;
  • LCI;
  • LCA;
  • CRA;
  • CRI;
  • Debênture;

É importante destacar que cada investimento é único. Por isso, podem existir uma LCI atrelada ao CDI e outra LCI que tem um rendimento fixo, independente do CDI.

Sendo assim, estude bastante esses investimentos e saiba qual é o rendimento real de cada um deles.

CDI ou poupança: onde investir?

Como visto, o CDI rende mais do que a poupança, aumentando essa diferença em cenários onde a Selic é maior que 8,5%.

Por conta disso, muitos investidores preferem investir seu dinheiro em opções de investimentos atrelados ao CDI, como CDBs ou outras aplicações de renda fixa. Isso porque o investimento direto em CDI, como visto, não está disponível para investidores individuais.

Porém, antes de tomar essa decisão, é importante estar atento a alguns fatores importantes, como: 

  • liquidez do investimento;
  • segurança da operação;
  • os objetivos do investidor com essa operação;
  • perfil do investidor.

Outro grande pilar para garantir uma carteira de investimentos rentável é a diversificação por meio de escolhas inteligentes de títulos de renda fixa e renda variável.