Durante a pandemia, de acordo com estudos recentes, cerca de 75% dos brasileiros sentiram que a internet se tornou vital para sua rotina diária.

O mundo se tornou mais digital do que nunca, e essa tendência vem crescendo ainda mais em 2022.

Durante a pandemia, de acordo com estudos recentes, cerca de 75% dos brasileiros sentiram que a internet se tornou vital para sua rotina diária. De fato, tarefas diárias simples, como fazer compras no supermercado, comunicar-se com a família e até mesmo realizar negócios, foram significativamente impactadas pela popularização dos meios digitais.

A pandemia simplesmente desencadeou e acelerou a adoção digital, cujas consequências devem repercutir em muitos setores nos próximos anos.

Os sucessos mais significativos de marcas não serão conquistados por meio de meios de comunicação tradicionais. Eles acontecerão no TikTok, Instagram, Esports e até mesmo gadgets e assistentes virtuais, entre outras plataformas. As indicações mais confiáveis para os consumidores não virão de celebridades em infomerciais; mas sim de um microinfluenciador e serão vistas em stories, reels e vídeos curtos.

As empresas, organizações e usuários mais astutos atravessarão o ano de 2022 com uma mentalidade voltada ao digital, concentrando-se em monitorar e engajar algumas das importantes tendências digitais a seguir.

Pagamentos digitais

Os usuários gastam mais dinheiro no digital quanto mais tempo gastam nele. Antes da pandemia, os pagamentos digitais de pessoa para pessoa mostravam desenvolvimento potencial, e a COVID-19 apenas acelerou essa tendência.

De acordo com relatórios recentes, o crescimento do volume de pagamentos do PayPal atingiu um recorde de mais de 30% em 2022 e não mostra sinais de desaceleração tão cedo; a empresa prevê um crescimento semelhante de mais de 35% em 2022.

Não apenas o PayPal, mas o surgimento de outros serviços, como o Pix no Brasil, e Venmo e Zelle no exterior, está fazendo com que os pagamentos e as mídias digitais convirjam. Segundo relatório divulgado pela empresa, o Zelle movimentou quase US$130 bilhões em mais de 450 milhões de transações no terceiro trimestre de 2021.

De transações comerciais a pagar um amigo depois de uma balada, usuários comuns, pequenas empresas e grandes corporações estão cada vez mais adotando os pagamentos digitais.

iGaming

A indústria de jogos de azar online, também conhecida no exterior como iGaming, é um dos mercados que mais cresce ao redor do mundo, especialmente depois de vários países e jurisdições regulamentarem a prática destes jogos pela internet.

Esse crescimento foi acelerado pela pandemia, visto que jogadores e apostadores tiveram de recorrer a plataformas online com o fechamento de cassinos, casas de pôquer e outros estabelecimentos.

Com a introdução de novas regulamentações, e ajudado pelo avanço tecnológico nos últimos anos, o mercado conseguiu atrair novos clientes no mundo inteiro com a possibilidade de jogar clássicos de cassino, realizar apostas esportivas e até mesmo participar de torneios de pôquer sem sair de casa.

Trabalho remoto

A flexibilidade no ambiente de trabalho e o trabalho remoto já vinham sendo considerações importantes usadas pelas empresas para atrair funcionários nos últimos anos. Como as medidas de distanciamento social restringiram as pessoas às suas casas, essas tendências se tornaram ainda mais necessárias.

Consequentemente, muitas empresas solicitaram que seus funcionários trabalhassem em casa. Tecnologias como redes privadas virtuais (VPNs), protocolos de voz sobre internet (VoIPs), reuniões virtuais, tecnologia em nuvem e aplicativos de colaboração no trabalho são algumas das ferramentas que possibilitaram o trabalho remoto.

O trabalho remoto não apenas é importante em momentos como o que vivemos, para evitar a transmissão de infecções, mas também economiza tempo de deslocamento e dá aos funcionários mais flexibilidade.

Grandes empresas de tecnologia como a AirBnB já introduziram o trabalho remoto de forma permanente. E nos próximos cinco anos, especialistas projetam que cerca de 15% a 20% das empresas adotará o trabalho remoto, e as mais diversas indústrias terão de se adaptar às demandas de uma força de trabalho repentinamente dispersa.

Microvídeos

A popularidade do TikTok disparou durante a pandemia. A plataforma alcançou 315 milhões de downloads no primeiro trimestre de 2020, mais do que qualquer outro aplicativo da história. No entanto, ainda é preciso aguardar para confirmarmos uma supremacia do TikTok no mercado de microvídeos.

Há alguns anos, o Instagram obliterou o Snapchat com o recurso stories, então não seria absurdo se o mesmo acontecesse com o recurso reels e o TikTok. Os primeiros indicadores são encorajadores e, de acordo com 87% dos usuários do TikTok da geração Z, reels são bastante semelhantes ao TikTok. Além disso, os reels também obtêm 22% mais interação do que o conteúdo típico de vídeo.

É esperado que as marcas que forem capazes de capitalizar essa tendência emergente, e seu formato de favorecimento algorítmico, registrem um crescimento significativo em 2022.

Comentários

Salvar