Conhecer bem o ativo, usar simuladores e mais. Confira tudo sobre day trade, como começar + 6 dicas de como se tornar um trader

Transações de compra e venda de ativos que acontecem em um mesmo dia. Essa é a definição de day trade, mas, como começar?

Para darmos essa resposta, precisamos, primeiro, salientar que day trade é um tipo de negociação que pode ser utilizada em diferentes mercados. Isso significa que ela é aplicável tanto no setor de investimentos tradicionais, a exemplo das ações, quanto no de criptomoedas.

A diferença é que as negociações que acontecem em um único dia nas Bolsas de Valores devem ser realizadas dentro de um mesmo pregão, o que costuma seguir o horário comercial — a B3, por exemplo, opera entre as 9h30 e as 18h45.

Já no mercado de criptomoedas, o funcionamento é ininterrupto, ou seja, está aberto todos os dias da semana, inclusive sábados, domingos e feriados, em todos os horários, por ser um segmento econômico descentralizado. Nesse caso, pode-se considerar o intervalo de até 24 horas para uma operação de day trade nesse segmento.

Mas a pergunta que precisa ser respondida é: “day trade: como começar?”. Nossas sugestões incluem conhecer bem o ativo que será negociado, utilizar boas plataformas de negociação e saber aplicar boas estratégias, entre outras.

Por isso, se você tem interesse em buscar lucratividade com compra e venda de ativos em um intervalo de poucas horas, siga a leitura deste artigo e confira como realizar essa operação!

Day trade: como começar?

Respondendo à pergunta: “day trade: como começar?”, os primeiros passos que podem ser dados por quem pretender iniciar negociações de curto prazo são:

  • conhecer bem o ativo que será negociado;
  • utilizar simuladores antes de partir para a prática;
  • abrir conta em uma corretora;
  • aprender sobre estratégias de day trade.

Conhecer bem o ativo que será negociado

Ainda que o objetivo de uma day trade seja obter lucro com a diferença entre o preço de compra de um ativo e o de venda, trata-se de uma negociação que envolve risco de perda financeira.

Uma das melhores formas de evitar isso é conhecendo bem o tipo de ativo que pretende negociar, visto que cada um tem suas particularidades, tais como movimentos, valores, juros e taxas de rentabilidade.

As criptomoedas, por exemplo, têm como principal característica a volatilidade. De forma prática, isso significa que os preços sobem e descem várias vezes ao longo do dia, sem qualquer aviso.

Para quem está entrando nesse mercado agora, entendendo o que é day trade e como começar, detalhes como esses são de suma importância. Afinal, entre o momento de compra e o de venda, o valor da cripto pode subir ou descer, afetando diretamente o objetivo principal, que é o lucro.

Utilizar simuladores antes de partir para a prática

Antes de se aventurar em negociações de day trade e arriscar o seu dinheiro, é bem interessante usar simuladores. São plataformas nas quais é possível realizar processos de compra e venda de ativos, considerando o mercado real, mas sem envolver valores.

Isso ajuda a aprimorar o aprendizado e entender melhor o funcionamento dessa estratégia, sem o risco de perdas financeiras.

Abrir conta em uma corretora

Para fazer operações desse tipo, é essencial abrir conta em uma corretora. Empresas desse tipo atuam como uma ponte entre quem compra e quem vende, bem como costumam fornecer ferramentas que ajudam nas tomadas de decisão, como gráficos que mostram as oscilações do mercado.

Aprender sobre estratégias de day trade

Mas é preciso ter em mente que não basta ter acesso aos gráficos e outras ferramentas similares se não souber aplicar boas estratégias. 

Em negociações da day trade, existem várias que podem ajudar a alcançar a lucratividade esperada, incluindo:

  • scalping trading: tem como parâmetros para tomada de decisão três critérios, que são: análise de fluxo de ordens, análise de gráficos e preço médio ponderado pelo volume;
  • reverse trading: quem está negociando o ativo considera o oposto do que está sendo apresentado na tendência de mercado;
  • momentum: a base de análise para a negociação é a força dos movimentos do ativo trabalhado. Para exemplificar, uma força “para trás” pode ser indicativo que o preço permanecerá assim por um tempo.

Aproveite e leia também: “Trade off – o que é, como funciona e exemplos de aplicação desse conceito na nossa economia

O que é preciso para se tornar um day trader?

Respondida a pergunta: “day trade: como começar?”. Então, que tal algumas dicas de como se tornar um day trader e, quem sabe, transformar essa atividade em uma nova profissão?

Para tirar o melhor proveito possível de negociações de compra e venda de ativos em curto prazo, essas são dicas que merecem sua atenção:

  • estude muito sobre o ativo que pretende negociar;
  • fique por dentro das novidades do setor e de outros mercados que podem influenciar nas cotações;
  • aprenda sobre variadas estratégias, a fim de identificar a que se encaixa melhor com seus objetivos;
  • use boas ferramentas, a exemplo de plataformas de acompanhamento de mercado, comumente disponibilidades pelas corretoras;
  • considere os custos e taxas cobrados para as operações para avaliar se, financeiramente, a operação é benéfica ou não;
  • expanda sua atuação aos poucos, conforme for adquirindo mais confiança e conhecimento.

Não deixe de ler este artigo: “Conheça as 7 melhores corretoras de valores do mercado!

O que mais você precisa saber sobre negociações de ativos?

Existem diferentes formas de fazer negociações de compra e venda de ativos; o day trade é apenas uma delas. 

E, assim como dissemos logo na abertura deste artigo, ações, commodities, criptomoedas, entre outros, podem ser transacionados dessa maneira com a intenção de obter lucro com a diferença entre o preço de venda e de compra.

Para escolher qual ativo pode trazer rentabilidade mais expressiva, considere seu perfil de investidor e alinhe isso com seus objetivos financeiros em curto, médio e longo prazo.

Que tal outras dicas de lucratividade, investimentos e de como lidar melhor com o seu dinheiro? Então, aproveite que está aqui, no blog da Digilândia, para ler agora mesmo estes artigos:

Comentários

Salvar